Ingratidão

Eu acho a ingratidão um dos piores sentimentos que alguém pode ter.

Ela maltrata a nossa essência, pois quando somos ingratos com alguém, nos sentimos mal, sabemos que cometemos um ato horroroso, desleal.  Mas faz parte da personalidade de algumas pessoas não reconhecer o que lhe foi dado.

E isso evidentemente não se aplica somente a ajuda financeira ou material, mas psicológica – um conselho, um ombro amigo.

Conheci uma pessoa há muitos anos.  Era uma amiga que casou-se, teve dois filhos e a mãe dela, que morava em outro estado, vinha para cuidar de seus filhos, ajudar em tudo sempre que podia.

Ela tinha outros dois filhos lá e deixava tudo para vir olhar os netos dessa filha, minha conhecida.

As crianças foram crescendo e a avó já não era tão necessária na visão da filha, claro erradamente.

Então já não a convidavam para viajar junto com eles, e foram tratando de excluí-la de quase tudo.

Ela se sentia muito desprezada, e como se tornou nossa amiga querida, passei a adotá-la, ficou companheira de minha mãe, passava dias em nossa casa, e se queixava, chorando, do pouco caso que sofria da filha e do genro, e até das crianças, pois eram influenciadas pelos pais.

Muito triste, mas a história não acabou por aí.  A vida sempre dá o troco mesmo.

Anos depois, a senhora faleceu e fiquei muito triste, mas consciente de que eu tinha feito para ela em vida tudo o que podia fazer para deixá-la menos infeliz.  E eu disse para minha mãe que eu queria ouvir um dia da filha dela que havia se arrependido de sua atitude.

E, um dia, assim aconteceu em minha casa.

A filha havia estudado grande parte da doutrina espírita e ficou mais tolerante e tranqüila.  Me falou textualmente de seu arrependimento no trato com sua mãe.

Fiquei, de certa forma, feliz, e emocionada.

Muitos nascem e crescem com um forte sentido de gratidão.  Mas já fico satisfeita de ver aqueles que conseguem desenvolver esse sentimento ao longo dos anos e do próprio sofrimento.

Temos tantas formas de nos sentirmos gratos por tudo, começando pela vida que temos e, saúde, que é nosso bem maior.  Nada fazemos sem ela.

O dinheiro é relativo, pois ele, isoladamente, não nos devolve a vida, a saúde, nem a felicidade.

Ele compra, naturalmente, o conforto material, e todos trabalhamos para poder dar o merecido bem-estar à nossa família e tudo que nos rodeia.

Sou muito grata pela vida que tenho e por todos os meus funcionários, que considero colaboradores.  São a continuação de nossos membros – braços, pernas e até nosso cérebro, pois quantas vezes nos lembram de muitas coisas que no momento estamos deixando de lado.

Merecem gratidão também nossos amigos que em horas difíceis  nos acompanham e nos fazem companhia.

Eu sempre tive ótimas experiências com amigos, nunca fui ofendida por nenhum deles, e sempre tive apoio incondicional.

Sou grata a Deus cada manhã por mais um dia com que Ele me presenteia, e faço a intenção de tentar vivê-lo o melhor que minha mente consegue alcançar.

Sou grata pela minha pequena e adorável família, onde todos são saudáveis física e mentalmente.

Nunca se deve esperar a gratidão como um pagamento, mas é triste sofrer uma ingratidão

Minha gratidão eterna a todos que me querem bem!

Grande abraço e ótimo domingo,

Amanda

Anúncios

Publicado em abril 15, 2012, em Inteligência Social e marcado como , . Adicione o link aos favoritos. 14 Comentários.

  1. Paulo Roberto Ferreira

    Agradeço a Deus , todos os dias , por me dar um dia ,mas de vida , e por ter conhecido uma pessoa como vc ,Maravilhosa ( para meu conceitos ).
    E que verdadeiramente ,pratica o que diz no seo blog !
    Vc e um exemplo de pessoa , não precisa melhorar , continue sempre assim ! ! Paulo

  2. Oi Amandíssima querida,
    vc sempre se supera nos seus blogs.
    Graças a Deus a INGRATIDÃO é um sentimento que poucas
    pessoas conhecem.Parabens mil beijos,Lúcia Cola.

  3. Melaine Klein, quem melhor definiu o sentimento de gratidao na psicanalise, ficaria orgulhosa ao ler teu post. Voce consegue valorizar a filha que muito depois, reconheceu o sentimento de gratidao, mas nunca eh tarde, nao eh? E eh isso em voce, minha querida Amanda madrinha, que eu admiro muito, voce mostra e sempre valoriza o bem, que embora tarde, a filha reconheceu…

  4. É muito interessante como a ingratidão pode ter diferentes aspectos. Um do ponto de vista daquele que faz o “favor” e o outro de quem recebe. Trabalhei em hospital durante 5 anos e aprendi que a “ajuda” que sempre fiz ao “próximo”, fiz por mim. Me sinto bem ajudando a quem quer ser ajudado. Contudo, desisti de ter a “gratidão” pelos meus esforços – sempre além do necessário ou profissional – por parte de todos. Na verdade me contento com o reconhecimento, portanto gratidão, dos poucos que conseguem expressá-la.
    Amanda, acho que vou gostar muito de participar do seu blog. Tem tudo a ver comigo. Obrigada pela oportunidade.

  5. Susana Monica Posternak

    Quando sentimos a ingratidão de perto, percebemos que a

    nosso lado se encontra uma pessoa de caráter insensível.
    .
    Choramos, ficamos com raiva e nos perguntamos como al-

    guém pode ser tão ingrato até o ponto de nos prejudicar.

    Porém, prefiro falar em gratidão, pois tive e tenho esse sen-

    timento de minhas queridas amigas.

    Deixemos os ingratos!

  6. É Amanda , ja disseram antes que a gratidão é o primeiro sentimento a envelhecer…..Porisso vc sempre sera tão mocinha!

  7. Oi querida
    Sempre que leio um depoimento seu,lamento nao ter tido tempo de conhecer seu interior;quando saiamos. Mas ainda bem que agora on line da pra resgatar o que perdi lâ atras.bjs

  8. Constancia Branco

    oi Amanda!

    lindo e verdadeiro o texto que voce escreveu!! quem se doa nao espera retorno por esta doacao, mas espera sim carinho, por mais que nao faça em troca dele!
    Quando se trata de mae e filha entao esta espera de retorno do carinho doado e maior!
    Parabéns, sabemos que você é muito carinhosa e grata a todos que te cercam o que atorna uma pessoa muitoespecial!!
    beijos

  9. Querida Amanda,

    Como tenho aproveitado os teus textos !
    E como eles são verdadeiros.
    A inteligencia social é tão ou mais importante que a racional
    e a emocional para o nosso cotidiano .
    E voce consegue chegar ao nosso coração com uma sabedoria
    própria de pessoas iluminadas , generosas e muito amadas.
    Obrigada querida amiga .
    Beijos,
    Vera Sayao

  10. Amanda,
    Digna de ser amada, este é o significado de seu nome.
    Que lindo!
    Quando leio seus blogs não posso deixar de pensar nisto….

    Os assuntos abordados são todos tão importantes na nossa vida, mas o de hoje é especialmente um dos “mais mais”.
    Estudo este tema a algum tempo e aprendi a importância de manifestar o sentimento de gratidão, encontramos aí a chave que abre as portas para a felicidade.

    Muito obrigada por postar este assunto.
    Grande abraço.

  11. Em meu colégio, frequentado durante a juventude, aprendiamos uma música sobre a gratidão. Lembro-me ainda da primeira estrofe: “Gratidão, florzinha graciosa, que nasce no coração dos justos…” Assim, para criar o espírito da gratidão em nossos corações, é necessário antes desenvolvermos o senso de justiça. Abração, querida!

  12. Querida Amanda,
    Quanta verdade nessa mensagem.E quem a conhece sabe bem o quanto verdadeira você é.
    Beijos Miriam

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s