Arquivo mensal: janeiro 2021

Inconveniência

Inconveniência é uma característica que devemos lutar para não termos, pois se somos inconvenientes em alguma situação, podemos correr o risco de criarmos um constrangimento para as partes envolvidas.

E até mesmo de cometermos algum erro que nos comprometa, seja em que área for que estejamos interagindo.

Se não observarmos nossas ações e reações a respeito do que nos esteja sendo apresentado, podemos criar uma situação delicada e risco de nos tornarmos inconvenientes.

Por isso, temos que observar sempre com cuidado a exposição do que estejamos defendendo. 

E principalmente nossas ideias a respeito de alguma realização que esteja sendo empreendida, para evitar que possamos ofender alguém inadvertidamente.

Assim, muito cuidado temos que ter para não sermos inconvenientes, pois isso pode nos trazer consequências, principalmente a inimizade que ocorre por causa de algum comentário que tenhamos feito.

Aprendi desde cedo com minha mãezinha a pensar bem antes de expormos opiniões, principalmente contrárias às que nos estejam sendo expostas, para evitarmos ofensas desnecessárias.

E que não levam a nada, como ela dizia.

A inconveniência é uma falta total de oportunidade, de adequação, enfim.

E pode incomodar a pessoa com a qual estejamos dialogando, ao ponto de, em alguns casos, provocar uma inimizade, para a qual não tínhamos a intenção de fazê-lo.

Devemos sempre pensar com muito cuidado antes de exprimirmos nossas ideias e conceitos, para não sermos ou aparentarmos ser o que chamamos de inconvenientes, de inoportunos, por não termos sabido expressar a ideia adequada.

Usar a palavra certa no momento certo é chave do sucesso de bons relacionamentos!

Isso é o que devemos cultivar sempre.

Abraços e um ótimo domingo 🙂

Amanda

Desigualdade

Quando falamos em desigualdade, não podemos só pensar na parte social ou financeira, mas sim numa maneira diferente de agir, tanto na área de amizade ou mesmo comercial.

Pois, mesmo que tenhamos posições sociais ou financeiras desiguais, o que importa é o relacionamento saudável que temos uns com os outros.

Importante cultivarmos boas relações com os amigos com quem temos afinidades, independentemente do que eles possuam.

Para isso, precisamos ter a humildade de saber como e com quem podemos aprender, pois muitas vezes as pessoas têm muito a nos ensinar, ou mesmo nos mostrar como podemos mudar algo na nossa maneira de agir.

E se procuramos nos igualar às pessoas que tanto fazem na vida, e tendo sucesso, no ramo e mundo em que vivem e convivem, temos que entender que humildemente devemos tomá-las como exemplos e tentar entendê-las.

Aprender é sinal de nossa inteligência, pois tomarmos alguém de sucesso como exemplo pode mesmo nos ajudar a progredir. Mas vamos compreender que sucesso não é conta bancária, mas paz e tranquilidade em todas as suas realizações e relacionamentos.

Ouvir os mais experientes pode nos igualar a eles nos seus sucessos, se tivermos a humildade de tentar analisar no que acertaram e tentarmos aprender com seus exemplos.

A desigualdade pode mesmo incentivar a nos tornarmos igualmente vencedores, se tivermos a humildade de aprendermos, justamente tomando seus exemplos de vida.

E se tentamos, a nossa chance de vencer é maior, pois se ficarmos esperando a nada levará.

Importante tomarmos o exemplo de quem venceu e conseguiu diminuir a desigualdade, seja em que tipo de luta havia se empenhado, desde que lutemos com honestidade.

Abraços e bom domingo, lutando sempre para chegarmos no ponto que sonhamos 🙂

Amanda 

Administrar

Quando falamos em administrar, não significa, necessariamente, gerenciar uma empresa, mas em conseguirmos conduzir uma determinada situação, seja espiritual ou materialmente.

Pois não é fácil controlar uma difícil circunstância, pessoal ou empresarial, sem pensar nas consequências que disso poderia advir.

Temos que focar todos os aspectos da situação a que nos propusermos, pois não estamos nunca livres das consequências que podemos provocar quando tomamos decisões.

Por isso, antes de tomarmos qualquer nova atitude, devemos pesar do início se estaremos capazes de suportar tudo o que poderia provocar.

Temos sempre que administrar nosso estado de espírito, que vai determinar nossas atitudes, o que vai nos proporcionar os resultados do que fizermos em nossa vida.

Assim, devemos sempre, como aprendi com meus pais, pensar muito antes de agir, atitude madura que pode diminuir de várias maneiras, consequências que não esperávamos e que, muitas vezes, não conseguiríamos superar.

Administrar situações de risco, sejam emocionais, físicas ou financeiras, é algo que temos que cultivar, pois dessa forma conseguiremos contorna-las, tanto no campo profissional, quanto pessoal. E emocional.

Não nos esqueçamos de que essa análise deverá ser sempre imparcial e o mais justa possível, sem a tendência de nos protegermos.

Portanto, vamos iniciar o ano procurando sempre pensar nas consequências dos atos que passamos a praticar, e analisarmos se o que vier de volta, teremos a capacidade de suportar. 

Feliz Ano Novo!

Abraços e ótimo domingo 🙂

Amanda