Arquivo mensal: setembro 2018

Atitudes

Sempre que pensamos em tomar uma atitude, devemos, em primeiro lugar, pesar as consequências que aquilo trará na continuidade de nossa rotina e na nossa vida de maneira geral.

Pensar sempre na  forma  de agir em todas as situações que vivemos no nosso dia a dia, tanto na vida pessoal, quanto na profissional, pois sempre estamos lidando com outras pessoas, cuja personalidade devemos conhecer e estudar para evitarmos o risco de uma convivência  não tão agradável.

Toda vez que tomamos uma atitude, seja pessoal ou profissional, devemos ter a certeza de que teremos a chance de transpormos as dificuldades que poderão aparecer.

Consequências, muitas vezes, aparecem pela nossa tomada de posição.

E não podemos nos eximir de tomarmos uma atitude na maioria das vezes que as situações nos são apresentadas, pois não devemos passar por alguém que não tem nunca uma opinião a respeito de qualquer assunto que dependa de nós.

Mas nossa atitude é mesmo uma norma de procedimento que deve levar a um determinado comportamento, tentando concretizar uma intenção que havíamos planejado ou pensado inicialmente.

E é também uma forma de demonstração do que somos em determinada  situação, e devemos, sim, ter muita cautela em demonstrar através de nossas atitudes quem somos e o que pensamos, pois podemos influenciar as pessoas que estão tomando conhecimento daquilo que estamos expondo naquele momento.

Mas quando tomamos uma atitude, tenhamos força e coragem de assumirmos o que pode nos trazer.

Por isso devemos pensar bem se suportaremos as consequências daquilo que provocaremos com nosso posicionamento a respeito do que estaria sendo abordado.

Pode acontecer que nossas atitudes sejam observadas e, às vezes, até imitadas por quem não tenha muita experiência, e devemos então praticar sempre o cuidado que devemos ter em nossas atitudes para não corrermos o risco de sermos imitados por quem não tem tanta experiência e compreensão de vida.

Abraços e que possamos, na maioria das vezes, tomarmos atitudes  positivas, que possam servir de ajuda aos nossos semelhantes 🙂

Amanda

 

 

Anúncios

Tirar conclusões

Será que conseguimos pensar antes de tirarmos conclusões precipitadas?

É um problema mais sério do que imaginamos, pois, muitas vezes, não conseguiremos retorno no sentido de consertarmos uma situação já provocada anteriormente, tantas vezes com consequências tristes e desagradáveis.

Por isso, devemos nos educar para que nosso raciocínio funcione muito bem, antes de tomarmos atitudes, seja no falar ou no proceder.

Arrependimento depois de termos tomado alguma atitude impensada normalmente não tem remédio, como diziam os antigos.

Assim, muito importante pensarmos antes de tirarmos conclusões a respeito de atitudes das quais seríamos alvo.  Vamos tentar entender o verdadeiro propósito e razões de tal atitude, antes de nos precipitarmos com conclusões erradas, para tentarmos diminuir a gravidade da situação.

Claro que tudo dependerá das circunstâncias, e do que a pessoa em questão teria plantado durante sua vida pessoal e profissional para merecer a confiança de seus circunstantes.

Mas fato é, conclusões precipitadas estão sempre sujeitas a erros e a tomada de atitudes das quais poderíamos nos arrepender mais tarde.

Assim, devemos sempre procurar escutar, seja a respeito de alguém ou de algo que nos tenha sido apresentado, pessoal ou profissionalmente, pois um erro nesse particular pode prejudicar toda uma situação ou uma vida.

Importante pensar bem antes de agir, e nos basearmos em fatos ocorridos e não em suposições.

Vamos evitar suposições e sim basear nossas atitudes em fatos reais e pesquisas para chegarmos a resultados positivos, que nos tragam a felicidade que estaríamos desejando e esperando.

Não tenhamos constrangimento em fazermos perguntas a respeito do que não entendemos a priori, pois dessa forma evitaremos de cometermos erros que poderão ser difíceis de se consertar.

Cuidado em não nos enganarmos com aparências, que podem nos enganar, mesmo que não tenha sido proposital.

E principalmente, nos prevenirmos para que a emoção não tome conta de nossas atitudes, separar as situações é um grande recurso para que erremos o menos possível, e assim tornarmos nossa vida e convivência o mais agradável.

Um bom domingo para todos, e que consigamos exercitar sempre a arte de pensar antes de agir, em qualquer situação 🙂

Abraços,

Amanda

Insensatez

O mais claro significado da palavra insensatez que tanto pode prejudicar qualquer relação de amor ou simplesmente de uma boa amizade, é o fato de se contrariar o bom senso ou a razão.

A característica do que é insensato é exatamente o ato resultante da falta de bom senso, de ponderação.

É simplesmente uma espécie de imprudência em relação a tudo o que tentamos fazer ou planejar.

Pois a falta de estudo em relação ao que desejamos fazer, pode ocasionar resultados para os quais não estaríamos preparados.

E pensar que esses resultados podem ser desastrosos e de difícil solução, e cujas consequências costumam nos trazer diversos tipos de aborrecimentos, sejam eles emocionais, físicos ou financeiros.

Portanto, temos que ter muito cuidado para não cometermos atos insensatos, principalmente pela pressa em tentarmos resolver situações e problemas que exigem exatamente o contrário, isto é, a calma e o raciocínio necessários para que as soluções que nos chegam sejam as mais adequadas e não nos deixem correr os riscos que a ansiedade pode nos trazer.

Sempre que temos algo a resolver, devemos em primeiro lugar tomarmos consciência dos fatos e de suas consequências, para tentarmos ter um comportamento centrado diante de adversidades que normalmente surgem.

Pois a insensatez é exatamente o comportamento irrefletido que a pessoa comete normalmente pela pressa em resolver algo que exigiria tranquilidade para pensar melhor e evitar, assim, erros maiores, e muitas vezes de difícil solução.

Como sempre ouvimos de nossas mães, a pressa é inimiga da perfeição.

Agir precipitadamente é agir sem medir as dimensões exatas do ato em questão e que muitas vezes seriam impossíveis de serem submetidos a mudanças.

As adversidades sempre surgem em nossa vida, e para que possamos passar por elas com menos consequências possíveis, temos que fazer tudo o que podemos para medirmos o nível de tolerância e nossa capacidade, caso o que planejarmos não traga os resultados que esperávamos.

Devemos, portanto, sempre que uma situação de difícil resolução se apresente, pararmos para pensarmos muito na solução mais adequada, que possa nos trazer menos ou nenhum prejuízo, seja ele moral, emocional, físico ou financeiro.

A falta de senso pode nos trazer consequências indesejadas e, muitas vezes, de difícil solução no sentido de consertarmos situações que nós mesmos tenhamos provocado por não usarmos o raciocínio anteriormente.

Portanto, sejamos prudentes na hora de tomarmos alguma iniciativa para não corrermos o risco de algum prejuízo.

Abraços e bom domingo, tentando sempre sermos sensatos na hora de nossas decisões 🙂

Amanda

Discernimento

Muitas vezes não é fácil conseguirmos discernir situações onde somos colocados para definirmos algo que vai depender de nós e que pode mudar toda uma forma de agirmos e alterar até mesmo o ritmo de nossa vida.

E, com isso, transformar nossa maneira de encararmos condições que dependam de nós e de nossas decisões para que tudo transcorra da maneira que desejamos.

Então, a primeira coisa que temos que verificar é se temos ou não a capacidade de resolver aquilo que nos é apresentado e se isso nos trará a solução que desejamos para nossa vida, seja no âmbito profissional ou pessoal, para que não nos arrependamos mais tarde.

Mesmo porque, dependendo do momento, ao nos arrependermos de algo que fizemos ou decidimos, de nada adiantará, dependendo da situação e do tempo que já tenhamos gasto.

Assim, distinguir aquilo que será mais adequado em nossas resoluções   é, na maioria das vezes, mais importante, afim de que possamos evitar que uma decisão momentânea e inadequada seja tomada, sem retorno na maioria das vezes.

Devemos tentar para que nosso raciocínio sempre preceda alguma atitude que tenhamos que tomar, e assim, evitarmos erros maiores, e sem a solução que teríamos apreciado como a ideal para a situação apresentada naquele momento.

O discernimento não é sempre fácil, pois é quando temos que escolher entre mais de uma opção e com o receio de errarmos ou de tomarmos a decisão menos adequada ao momento.

Fazer escolhas é sempre muito delicado.

Por isso, o bom senso é o mais importante, pois escolhas deverão ser sempre as mais acertadas e equilibradas possível.

Assim, tentemos discernir, em qualquer situação, as melhores opções que nos facilitem a vida, seja na área física ou espiritual.

Lembrem-se que uma pessoa com bom discernimento tem a facilidade e a astúcia para compreender certas coisas ou fazer as escolhas mais acertadas, em qualquer situação.

Abraços e bom domingo, e que possamos sempre discernir entre decisões que tenhamos que tomar em todos os momentos de nossas vidas. E que sejam sempre as melhores 🙂

Amanda

Amadurecimento

Sob qualquer aspecto, o amadurecimento é importante, e no caso de idéias é algo que pode ser primordial para a criação de novidades em diversos ramos de atividades.

Toda vez que nos dedicamos a uma tentativa de descobrirmos algo novo, mais adequado a um tipo de serviço ou atividade, muitas opções se apresentam, e tudo se torna mais difícil até que consigamos chegar a uma conclusão satisfatória, dentro do que necessitamos.

E tudo isso nos leva, necessariamente, a maturação do que imaginamos inicialmente, pois quanto mais pensamos em algo, mais idéias nos chegam, e portanto as mudanças vão chegando dentro das idéias de inovação que sempre temos quando nos dedicamos à criação.

É como nos referimos a amadurecermos, pois nós dependemos realmente do amadurecimento para conseguirmos progredir tanto em nossa fase de aprendizado de nossa língua, e depois quando seremos capazes de nos expressarmos com capacidade de sermos compreendidos.

E com a capacidade de conseguirmos mudar nossas atitudes, dentro daquilo que devemos aprender.

Amadurecer idéias é a capacidade de estudarmos tudo o que nos é apresentado e estudarmos a possibilidade de tudo isso ser usado em nossa língua, e nas atividades às quais nos dedicamos.

Normalmente, depois de tempo ao qual nos dedicamos a uma idéia e sua realização, alguma solução ideal costuma aparecer, pois nosso cérebro vai automaticamente amadurecendo, e as soluções vão se desenvolvendo no sentido de conseguirmos dar um resultado ideal para o que estávamos buscando.

Amadurecer pode significar encontrarmos a solução que procurávamos, quase sempre ideal para problemas que estávamos buscando, seja em qualquer tipo de situação em que nos encontramos.

E, na verdade, toda dúvida que temos, seja em relação a estudos, negócios e atitudes particulares que tomamos, nossas decisões chegam com o passar das horas ou do tempo que for necessário para que tudo o que consigamos resolver, aconteça em tempo necessário para que  se tenha uma solução ideal.

Sempre nos cuidando para que não nos arrependamos mais tarde, por isso toda cautela é necessária ao tomarmos um atitude, seja ela nova ou de renovação de algo que já existia anteriormente.

Um dos grandes sinais de nosso amadurecimento é a forma como passamos a lidar com as adversidades, vendo que fazem parte da nossa vida, e até de nossas conquistas.

E nessa fase temos a tendência de começar a encarar nossos erros e fracassos eventuais para nosso aprendizado, e fazendo o que podemos para não repeti-los.

Também nessa fase em que nosso amadurecimento já estará bem maior, lidamos melhor, por exemplo com a idéia de não nos preocuparmos tanto quanto antes, com a idéia que o nosso próximo faria de nós, o que antes era motivo maior de nossa inquietação, mas nos lembrando sempre de que fazemos parte de um determinado meio, e por isso temos obrigações dentro do nosso convívio.

Evidentemente, nosso senso de responsabilidade também se torna mais desenvolvido e procuramos cada vez mais agir de forma a que tenhamos mais facilidade nas interações sociais às quais pertencemos.

Abraços e bom domingo, tentando sempre lidar bem com as adversidades de forma madura 🙂

Amanda