Posicionamento

Todas as vezes que ouvimos algo e somos solicitados a opinar ou a completar uma ideia, automaticamente fazemos um raciocínio, ou até um julgamento, a respeito.

Nos posicionamos sobre o assunto e nos colocamos a favor ou contra o que estaria sendo exposto naquele momento.

E para nos expormos sobre determinado assunto ou ideia colocada, devemos ter, além da nossa própria opinião, o conhecimento necessário para emitirmos nosso conceito sem cometermos algum erro.

Erro esse que pode se tornar algo difícil de ser acertado numa ocasião futura.

Por isso, para nos colocarmos a respeito de algo já exposto, devemos manter um posicionamento sem o provável erro que denote uma falta de conhecimento adequado à ocasião.

Pois o posicionamento é a ação de se colocar em relação a algo, ou seja, tomar uma atitude e assumir um partido sobre determinado assunto.

Por isso, em marketing, é importante conhecer bem o que esteja sendo tratado para que consigamos projetar o produto em questão e colocar a marca para que as vendas sejam satisfatórias e que tenham bom proveito a quem tiver a oportunidade de usá-la.

O posicionamento seria a ação de projetar determinado produto e a imagem de quem o produz, para que possa ocupar uma posição diferenciada na escala de seu público-alvo.

Assim, a percepção do público sobre a mercadoria depende de um planejamento sério e bem posicionado de marketing para que possamos nos tornar conhecidos e que os resultados que anunciamos sejam alcançados.

E o principal, apostarmos em nichos de mercado apropriado.  Ou seja, posicionado!

Abraços e bom domingo 🙂

Amanda

Precipitação

Quando falamos em nos precipitarmos em qualquer situação, devemos parar e pensar bem antes de iniciarmos uma atividade, seja física ou mental.

Isso para evitarmos o erro que pode advir dessa falta de planejamento, muitas vezes sem retorno, o que pode ocasionar consequências graves.

Pensar antes de agir é algo que aprendemos muito cedo em nossa vida, para evitarmos erros que não poderiam ser corrigidos.

Até para assumir algum compromisso, não nos custa pensar antes de fazê-lo, pois se nos arrependermos será muito difícil fazer um cancelamento, causando um mal-estar para o qual nem estaríamos preparados.

Em nenhum aspecto o ser humano deverá tomar uma atitude impensada, pois o fato de nos arrependermos não consegue reverter um mal-estar já estabelecido.

Precipitação é sempre um risco que pode não nos dar a chance de ser revertido, e dessa forma nos colocar numa situação de difícil resolução.

Até mesmo num pequeno compromisso, num encontro marcado anteriormente, seja pessoal ou de negócios, fica complicado, pois o outro lado pode ter desfeito algum outro compromisso, contando conosco.

Mas se ocorrer, devemos lutar para evitar a falta da calma ou de paciência, pois dessa forma cometeremos menos erros.  A precipitação não leva, normalmente, ao resultado que estaríamos desejando.

Claro que estamos sempre sujeitos a certa pressa nos dias de hoje, com o devido cumprimento de horários e prazos, mas tomemos cuidado para não vivermos com a preocupação excessiva, para não acarretarmos até problemas para nossa saúde.

Importante portanto, evitarmos a precipitação em qualquer âmbito de nossa vida, usando o raciocínio como nossa meta, para evitarmos consequências desagradáveis!

Abraços e um ótimo domingo 🙂

Amanda

Sagacidade

Sagacidade é a capacidade de compreender ou aprender por simples indícios.  É chamada a agudeza de espírito.

Se lemos ou estudamos algo, e temos essa facilidade, logo conseguimos entender seu sentido e a facilidade para colocarmos em prática aquilo que nos é demonstrado.

Mesmo porque, sempre que procuramos algo para ler, temos interesse naquele determinado assunto que estaria sendo tratado, ou porque não conhecemos ou porque seria algo do qual temos ainda pouco conhecimento.

É o interesse que naquele momento o assunto poderia nos despertar, seja particular ou até mesmo comercialmente.

Isso acontece também quando escolhemos o estudo ao qual desejamos nos dedicar.

Precisamos ter uma análise atenta ao que pretendemos, pois pode acontecer que na vida prática nem sempre as oportunidades correspondam ao que idealizamos anteriormente.

Sempre que idealizamos algo, devemos ter esses cuidados em analisarmos as possibilidades de êxito, os prós e contras de cada situação, e das vantagens e desvantagens de tudo o que tenhamos planejado, verificando se na vida prática aquilo que idealizamos tem a possibilidade de êxito no cotidiano.

É aptidão para compreender por simples sinais, a capacidade de aprender por intuição, até mesmo através de indicações rudimentares.

Mesmo que os sinais sejam ainda implícitos, mas dependendo dos emitidos, conseguimos muitas vezes detectar e entender o que se passa, quando temos sagacidade.

Uma pessoa sagaz, portanto, tem facilidade de entender atitudes especiais e que talvez não tenha sido devidamente explicada, que realiza os requisitos da situação, a magia de viver, e às vezes a surpresa.

Sabedoria nada mais é do que tentar viver com sagacidade – é a habilidade de aplicar o conhecimento da Palavra de Deus na vida cotidiana.

Bom domingo, repleto de sagacidade 🙂

Amanda

Civilidade

Civilidade trata de uma série de formalidades, de palavras e atos que os seres humanos adotam entre si no sentido de demonstrarem respeito mútuo e consideração.

São as boas maneiras e o esforço que se deve fazer sempre para que consigamos observar as formalidades de modo geral.

E nunca nos esquecermos do respeito que devemos cultivar dentro da civilidade, atitude muito importante no mundo de urbanidade que vivemos.

Civilidade é respeitar nossos pais, tendo assim condições de uma convivência ideal, entre familiares e nossos amigos. E também entre os colegas de trabalho, precisamos cultivar o respeito, pois dessa forma conseguiremos tanto colaborar quanto receber colaboração em todos os assuntos que tivermos que desenvolver.

A cortesia automaticamente abre caminhos para que se receba o mesmo tratamento que conseguimos oferecer, seja particular ou profissionalmente.

Civilidade é um significado que normalmente damos a atitude até mesmo patriótica, pois devemos realmente cultivar o respeito entre os cidadãos.  Assim, nunca devemos nos esquecer do nosso sentido de civilidade em relação ao nosso país, muito importante em nossa vida, e devemos sempre lutar para que ele seja respeitado por nós e pelos nossos familiares.

E se mantivermos esse tipo de atitude respeitosa e civilmente cultivarmos a maneira gentil de tratamento, com certeza receberemos resultados que estaríamos desejando.  Se oferecemos atenção, a tendência seria recebermos o mesmo tratamento.

E mesmo pelos amigos, se tivermos a oportunidade de conseguirmos exercer uma certa influência através da convivência e de conselhos que consigamos dar, e aceitar.

Portanto, mantenhamos nosso sentido de civilidade entre as pessoas e pelo nosso Brasil, que tanto amamos!

Abraços e um ótimo domingo 🙂

Amanda

Enfoque

Como a palavra nos mostra as intenções e desejos que temos, ela tem que ser usada com muito critério, por vários motivos.

Um deles é exatamente não demonstrarmos sempre, e sem critério, o que passamos ou nossas intenções, levianamente, sem raciocinarmos o que pode acontecer em consequência do que defendemos através de palavras ou de nossas ações.

E tudo, naturalmente, depende de vários aspectos, de nossas ideias a respeito daquilo que estamos expondo, e do ângulo que está sendo exposto.

Muito cuidado temos que ter ao colocarmos um determinado assunto em pauta e com quem o estamos fazendo, pois podem surgir interpretações diferentes, em ocasião de ofendermos alguém sem que tenhamos percebido que isso poderia ocorrer.

Pois cada um de nós tem um enfoque diferente de diversos assuntos expostos ou de cada passagem de nossa vida, seja particular ou comercial, e por isso devemos analisar bem as situações e fazermos o possível para agirmos sem tendências.

Sejam pessoais ou profissionais.

O enfoque é a atenção voltada para um único aspecto, no momento em que está sendo citada ou planejada.

É um modo de considerar ou de entender um assunto ou uma questão.

É um ponto de vista, uma perspectiva.

Por isso, muita cautela temos que ter até mesmo ao emitirmos nosso ponto de vista, pois uma diferença de opinião pode ocasionar resultados que não esperávamos, e dificultar o andamento de diversos pontos em nosso convívio.

Quando enfocamos determinado ângulo de um problema, devemos analisar se temos conhecimento do assunto, e assim não corrermos o risco de cometermos um erro ou uma injustiça.

E dessa forma evitamos nos prejudicarmos, ou a alguém de quem estamos falando naquele momento.

Enfocar de maneira correta, seja relativa ao conhecimento que temos do assunto em questão, ou da relação de amizade que dispensamos a quem esteja sendo citado, é uma iniciativa que temos que cultivar.

Enfocar com seriedade é o grande segredo para não cometermos injustiças.

Abraços e ótimo domingo 🙂

Amanda