Importância

Importância é uma palavra que pode trazer interpretações diferentes, e com sentidos e sentimentos diversos.

Muitas vezes, achamos que não demos a devida importância a determinados assuntos, acontecimentos e situações que exigiriam nossa atenção mais detalhada. E em outras, questionamos se demos importância demais a algo não tão relevante no contexto geral da vida.

O nível certo de peso que damos a um posicionamento é o que gera o equilíbrio nas nossas atitudes. Mas claro, sem nos colocarmos em posição neutra, o que significaria timidez em expor o que realmente pensamos, e poderia mesmo ser interpretado como uma espécie de covardia.

Por isso dizemos que a importância é uma palavra de interpretação muito delicada. Seu emprego numa frase ou numa conversa pode determinar, e até mesmo mudar, o rumo do entendimento.

Devemos ter uma constante vigilância nos critérios de importância, para não valorizarmos inadequadamente situações do nosso cotidiano.

Sabemos que não é fácil darmos sempre o justo peso a diferentes acontecimentos que nos cercam, mas se fizermos um esforço mental para conseguirmos distinguir o que seria mais justo em tudo o que nos propomos, com certeza iremos conseguir.

E ficaremos felizes ao vermos que o nosso objetivo tenha sido alcançado.

Mas não devemos, de forma nenhuma, dar importância exagerada a algo pelas razões erradas, baseado no prestígio de alguém, seu status social, ou na sua possibilidade de aquisição de bens materiais.

Devemos sim, sermos isentos de tendências protecionistas, para chegarmos a um juízo correto o mais possível.

Quando falamos de importância, nos referimos mesmo à dimensão que certos acontecimentos podem tomar, e é nesses casos que devemos ter cuidado para que nosso juízo não tome a proporção errada ou exagerada, pois em muitos casos não teria a volta que antecipávamos ou desejaríamos.

Assim, tenhamos cuidado para não interpretarmos o conceito erradamente, confundindo nosso juízo com o poder financeiro ou social de quem estaríamos conjeturando.

E não nos esquecendo da  relatividade, que pode interferir no valor que damos para um e para outro, dependendo sempre da educação, da idade, da maneira de ser de cada um de nós, das nossas dificuldades em diversos setores, etc.

Importante, portanto, não deixarmos que a emoção tome conta e tentarmos desenvolver nossa capacidade de nos adaptarmos a situações de risco e de dificuldade, pois é inevitável que surjam em nossa vida.

Abraços e tentemos fazer sempre a diferença entre o que seja de maior ou menos importância para que não entremos em choque e vivamos felizes 🙂

Amanda

Anúncios

Publicado em abril 22, 2018, em Inteligência Social e marcado como , , , , . Adicione o link aos favoritos. 10 Comentários.

  1. Como dizia Lacan , “ não dê consistencia aos fatos , se não forem importantes”

  2. Thierson Barros

    Chris já lhe enviei um e-mail para tratar sobre o artigo na Wikipédia. Obrigado abcs

  3. Thierson Barros

    Há alguns meses eu encontrei no site da Biblioteca Nacional o acervo do jornal O SEMANÁRIO que por ser ligado a esquerda foi fechado depois do golpe de 1964. Fiquei feliz em encontrar lá vários textos de seu pai na coluna que ele mantinha lá

  4. Thierson Barros

    Olá Amanda, existiu alguma reedição ou há algum projeto para reeditar algum dos livros do seu pai Alberto Montalvão? Eu possuo um livro antigo dele comprado por meu pai e na internet você só encontra a venda antigos livros usados.

    Muito obrigado por continuar alimentando esse blog e partilhando seus textos.

    Abraços

    • Caro Thierson, aqui é Chris, neta do Alberto Montalvão. Sou jornalista e teria enorme alegria em ver as obras do meu avô reeditadas e digitalizadas, mas infelizmente, ainda não ocorreu. Se conhecer alguém com esse interesse, seria ótimo. Abraços, Inteligência Social 🙂

      • Thierson Barros

        Chris, a Novo Brasil Editora Ltda que publicou os livros de Montalvão parece não existir mais. Não sei se os livros tornaram-se então de domínio público. Se for esse o caso eu penso que seria mais fácil uma digitalização. Alguém da família já pensou em pelo menos editar uma página na wikipedia falando um pouco da biografia do seu avô? Uma vez as únicas informações que encontrei foi que se não me engano ele nasceu em Minas Gerais, o ano de nascimento que não me lembro mais, tinha formação em Psicologia e Direito e nada mais.

      • Seria otimo se alguem se animasse em faze-lo. Se tiver interesse ou conhecer alguem que tenha, nos daria muita alegria. Qualquer coisa, podemos continuar a conversa por email: chris@chrisdelboni.com 🙂

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s