Mansidão 

Diz-se que é com mansidão que se domina a raiva.

Realmente, se nos lembrarmos, já devemos ter vivido ocasiões em que a pessoa que exibia sua condição raivosa ficara mesmo sem ação, ao ser enfrentada com certa calma, sem se alterar na mesma proporção que recebia aquela reação contrária.

Provavelmente quem tem a capacidade de se manter calmo e sem retribuir na mesma moeda a reação de ira em ocasiões de provocação, pode abater qualquer conjuntura com mais probabilidade, sem se deixar vencer pela raiva, que é um sentimento negativo e que não leva a nada e poderá gerar mal estar e alguma inimizade.

Fácil não é, pois necessitamos desenvolver um sistema de defesa em relação a um sentimento de revolta, que às vezes teima em nos dominar, e queremos ter uma reação igual à provocação de que tenhamos sido vitimas.

Mas nosso interlocutor pode se surpreender por correspondermos a uma reação de provocação com uma resposta educada e mansa, o que normalmente traz resultados positivos em qualquer situação de violência expressa através de palavras impensadas.

A mansidão deixa completamente sem ação quem se dirige a nós com certa estupidez, mesmo que essa reação não se insira na situação que se apresenta naquele momento.

Existem pessoas que não conseguem dizer palavras agradáveis, que poderiam ajudar a resolver situação de difícil solução, e é ai, exatamente, que necessitam mansidão para que as ajude a pensar, e se podemos auxiliar no raciocínio para sair de uma posição difícil, por que não fazê-lo?

A mansidão se traduz em um estado de espírito de quem tem controle de domínio sobre seu próprio temperamento e suas atitudes — é mesmo questão de domínio próprio.

Reagir com mansidão não significa que não tenhamos personalidade suficiente para demonstrar nossa capacidade de análise de uma determinada situação, mas sim, conseguirmos expor nossas idéias sem que criemos um clima de mal estar por defendermos o ponto de vista diferente dos nossos circunstantes.

Mansidão consiste basicamente no controle de nosso temperamento e, portanto, de nossas atitudes, em relação a problemas que, mesmo sem conseguirmos resolver, podemos levá-los com calma e buscar solução adequada, sem nos deixarmos envolver pela exaltação.

É a calma necessária, que nos ajuda a resolver, a decidir, sem paixão, com a possibilidade maior de chegarmos a conclusão adequada ao problema que se apresenta e que sabemos que temos que resolver para o desenvolvimento de alguma idéia ou projeto.

Tem mais chance de vencer, no bom sentido, claro, alguma discussão ou alguma probabilidade de um projeto a ser implantado, quem age com a serenidade necessária, projetando com calma os resultados que podem advir da possibilidade de realização.

Na convivência, a mansidão é um dos caminhos para tentarmos encontrar a paz e mantê-la, e se conseguirmos o controle necessário para não entrarmos em situação de estresse mediante o primeiro obstáculo, já teremos uma vitória.

Procuremos ver e valorizar o que conseguirmos como resultados de nossa luta e nosso equilíbrio emocional.

Só ganharemos com essa atitude, principalmente a calma e a tranquilidade, necessárias ao bom andamento de nossos projetos.

Abraços e bom domingo, repleto de mansidão 🙂

Amanda

Anúncios

Publicado em abril 17, 2016, em Inteligência Social e marcado como , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s