Arquivo diário: abril 24, 2016

Mentiras

Dizem que a mentira é como o óleo, que ao ser colocado na água sempre volta à superfície.

Grande verdade, pois a mentira realmente não leva a nenhum lugar, e não consegue trazer benefícios, seja onde e em que assunto for.

Ela sempre é descoberta, mais cedo ou mais tarde, e pode trazer consequências inimagináveis, pois compromete seriamente pessoas ou situações e, normalmente, não conseguem ser superadas, nem perdoadas, podendo deixar sequelas desastrosas.

Em casa, meu irmão e eu fomos condicionados, ensinados e nos foram mostradas as consequências que uma mentira pode acarretar, dependendo de sua gravidade e das pessoas envolvidas.

Benefícios, só se forem temporários, pois depois de descobertas as mentiras, os castigos podem ser graves, e no caso de mentirmos, temos que estar preparados para aguentarmos as consequências advindas de nossa atitude.

Dizem que a mentira, depois de muito repetida pode se tornar e tomar aspecto de verdade, por isso é sempre recomendado que tomemos cuidado para emitirmos um conceito, ou uma notícia que não corresponda a uma verdade, pois uma mentira pode comprometer uma situação.

Ou até mesmo comprometer pessoas que, muitas vezes, nem teriam a oportunidade de se defender e expor idéias a respeito daquilo de que fora uma vitima.

Dizem que tem pessoas viciadas em mentir, não conseguem se deter na verdade do que estão relatando, talvez por necessidade de se expor e chamar atenção sobre o que dizem naquele momento.

Mas o pior é que uma mentira leva a outra e assim sucessivamente, pois quem mente fica sem a medida de onde parar.

O mentiroso por natureza sempre espera que suas falsas negações sejam acreditadas por seus interlocutores e podem mesmo serem tidas como erros e não como mentiras.

Isso, em alguma ocasiões, dado como desculpas de quem mentiu.

Mas as mentiras ofensivas ou mal intencionadas são seríssimas, pois podem trazer consequências comprometedoras que de repetente até mudam uma vida.

Claro que vemos as mentiras inocentes, que nada comprometem, mas até essas podemos e devemos evitar, pois correm o risco de se transformarem em algo difícil de se corrigir.

Abraços e bom domingo, de preferência sem mentiras, nem as chamadas “piedosas” 🙂

Amanda