Adequação

Vivemos em ambientes diversos, de acordo com nossa profissão, idade, raça, país, conforme nossas escolhas, ou mesmo o destino que nos tenha sido reservado.

Mas podemos, de outro lado, dentro de nosso juízo ou nossas idéias, tentarmos sempre nos adequar a ambientes que frequentamos, sem muita reclamação, em função de plantarmos alegria e festejarmos a vida que nos foi dada de presente.

Gosto muito de uma lenda que fala de dois porcos-espinhos.

Num frio intenso, estavam quase morrendo, sem lugar para se aquecerem.

Juntavam-se, tentando se aquecer e se espetavam todo o tempo.

Com o passar das horas, foram se ajeitando, se colocando de tal forma, que conseguiram se aquecer, sem se espetarem, como antes. Se adaptaram, devido às circunstâncias e condições de sua existência naquele momento.

É como deveríamos agir uns com os outros, respeitando as diferenças, tanto de opiniões, como de estilo e escolhas de vida de maneira geral.

Dessa forma, a coexistência ficará mais alegre, tranquila, e se acatarmos a forma de viver do nosso próximo, seguramente ele respeitará a nossa.

Ajustar-nos conforme a situação que se apresenta em nossas vidas é algo pelo qual temos que lutar, e sabemos não ser fácil em certas circunstâncias.

Temos exemplos de ocasiões em que a adaptação se torna mais difícil mesmo, e nossa luta terá que ser hercúlea no sentido de vivermos novas fases, como por exemplo, a perda de um ente querido, que nos desperta tristeza e dificuldade em nos adaptarmos a uma nova vida.

A ausência nos faz sofrer, e somente com a passagem do tempo conseguimos nos adaptar à nova maneira de viver.

Fato é, tudo o que vivemos depende de adequação, e lutamos sempre com essa nova modalidade quando ela se apresenta.

Se nos propomos a iniciar um trabalho, nossa capacidade de adequação pode nos ajudar ou nos destruir, pois nos deparamos com o novo em vários aspectos, seja o tipo da própria atividade, novos colegas com quem teremos que conviver, novos desafios.

Enfrentar e usar nossa força de vontade nos ajudará, com certeza, a superar as dificuldades que vão surgindo, o que, na verdade, é uma luta de momento a momento durante nossa existência.

Vivemos nos adequando desde o nascimento, quando começamos a tomar conhecimento das possibilidades que passamos a ter, em função de nossa alimentação, e vamos crescendo, aprendendo a amar nossos pais e a entender o quanto deles dependemos.

Mais tarde, começamos a frequentar escolas na idade infantil e nos acostumando a conviver com os colegas e a lidar com os professores.

E assim vamos nos adaptando a diversas situações que surgem, de acordo com o que escolhemos para viver e conviver, os amigos, a família, nossos chefes, nossos subordinados, etc.

Portanto, de acordo com nossos objetivos, devemos sempre nos adequar às circunstâncias, o que não nos exime da luta constante no sentido de melhorarmos cada vez mais a vida que nos foi oferecida.

Aproveitemos então os momentos, nos adequando a eles e os aceitando com alegria. Se não, como falamos na última semana, “quem pensa, muda”. Mude se não está feliz! Ou aceite com alegria sua condição de vida atual e escolhas que você fez. Essa é minha filosofia de vida, e talvez uma das maiores lições que aprendi na escola da inteligência social 🙂

Abraços e um ótimo domingo,

Amanda

Anúncios

Publicado em fevereiro 22, 2015, em Inteligência Social e marcado como , , , , . Adicione o link aos favoritos. 5 Comentários.

  1. Lidia Izecson de Carvalho

    Adorei a lenda dos porcos. Acho que é isso mesmo, com jeito dá! Bjs. Lidia

  2. Tudo perfeito.
    Fiquemos atentos as suas sábias palavras.
    Nossa existência é interligada a padrões de ajustamentos que nos proporcionam fazer escolhas, usar estratégias e praticar ações com a oportunidade de rejeitar o inadequado.
    Bjs

  3. bacana Amanda…considero a capacidade de adequacao como um exercio..vc comeca –da um pouco de trabalho do comeco, mas isso vai te preparando para a vida que certamente vai nos forcando a se ajustar em todos os sentidos. Adoro seus textos. Muitos beijos!

  4. Querida Amanda, a história dos dois porcos é genial. Só quem se adapta torna-se capaz de vencer os desafios que a vida lhes apresenta. E estes tornar-se-ão os bem sucedidos. Bjs e boa semana.

  5. Oportuno
    Sensato . Obtive ajuda com as suas ideias .

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s