Grandeza

Qualidade do que é grande é uma das comuns acepções de “grandeza”, uma palavra com tantos significados.

Na nobreza, antigamente, por exemplo, o termo grandeza era dado a nobres que prestavam serviços grandiosos à sua pátria, e isso principalmente em tempos de guerra.

Mas hoje quero destacar aqui a grandeza de espírito, que comporta nossas atitudes perante a vida e todos os seus acontecimentos, todas as suas emoções, o comportamento mediante nossos sentimentos, sejam eles de que volume e espécie forem.

E a quem se dirigem os sentimentos, devem ser sinceros e a medida, a dimensão em si, dependem muito do nível de proximidade que temos com quem é o objeto de  nosso carinho, de nosso amor, enfim, do sentimento que dedicamos a cada um.

Falamos sempre da grandeza de algumas profissões que atendem o ser humano, dignificando o trabalho, com dedicação ao seu próximo, sem pensar no seu próprio benefício, sem egoísmo ou economia de atitudes.

Vemos a grandeza de caráter, de coração, quando encontramos pessoas que se dedicam a tornar menor o sofrimento de quem necessita de bens materiais ou espirituais, os que precisam do mínimo para viver e que dependem da caridade do próximo.

Conheço gente que não precisaria realizar eventos beneficentes, nada lhes trazem  como lucro material, mas que sentem essa necessidade no sentido de angariar  recursos para os hipossuficientes.

Essa é a grandeza de espírito, o que faz com que essas pessoas se sintam felizes e realizadas, mesmo que atravessem, vez por outra, problemas pessoais, familiares, sociais, ou mesmo financeiros. E sem se queixarem, nem exprimirem suas tristezas pessoais como se fossem intransponíveis.  Vão em frente.

São pessoas especiais que vivem alegremente, como que recompensadas pelo bem  que providenciam em favor dos menos favorecidos.  Se esquecem de seus próprios desgostos, pois a sua felicidade está na grandeza de se doarem em favor de seu próximo.

Isso tem um nome: Generosidade.

E, com certeza, quem tem a capacidade de se doar, a grandeza de resultados é extremamente proporcional ao empenho dedicado.

Nosso lema, portanto, deverá ser, sempre que formos capazes, de desenvolver nosso senso de grandeza.

Mesmo em situações em que nos julguemos injustiçados, ou que tenhamos sido objetos de atitudes que não merecíamos, desenvolvamos nossa grandeza do perdão, pois quem nos tratou com descaso, não possui o mesmo senso que nós, a nossa grandeza de perdoar, de esquecer e não propiciar ao próximo o mesmo desgosto que nos impôs.

Grandeza de espírito é o que devemos a quem nos rodeia.

Abraços e um ótimo e grandioso domingo 🙂

Amanda

Anúncios

Publicado em março 23, 2014, em Inteligência Social e marcado como , , , , . Adicione o link aos favoritos. 5 Comentários.

  1. xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx Amanda, você sem dúvida é uma pessoa que tem grandeza. Bjs saudosos
    Lidia

  2. Amanda querida , a grandeza é um tema bem interessante acho de suma importância que você o tenha trazido para sua pauta , ela é muito abrangente , a tal ponto que seu texto derivou para a generosidade que cabe muitas interpretações e hoje muito esquecida na nossa sociedade demasiadamente voltada ao consumo, fazendo muita gente esquecer seu papel de cidadã e ver o quanto ainda temos pessoas à margem do Sistema . Obrigada por fazer parte ‘dos seus questionamentos’ Boa semana
    Beijo ,Tereza 😉

  3. Maria Teresa CostantiniGomes

    Grande Amanda! Adorei!

  4. Como a grandeza emociona, comove…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s