Resistência

Podemos definir como resistência diversos aspectos de nossa convivência, seja com familiares, ou com os amigos, com quem resistimos sempre mais ao falar de nossa maneira de pensar.

Tememos emitir nossas idéias, pois podem ser encaradas com certa resistência e até mesmo por significar, em grande parte dos casos, como uma interferência na vida das pessoas com quem estamos convivendo.

Se pensarmos bem antes de falarmos algo em relação a mudanças na vida de alguém, com certeza, erraremos muito menos e seremos mais respeitados nas próximas vezes que falarmos algo  que signifique sugestão de mudança, seja na vida comercial ou particular de quem nos solicita.

Claro que nossa tendência é sempre opinar quando algo nos é apresentado, seja por nossos parentes ou amigos numa conversa informal, mas resistir é uma arte, principalmente se não formos solicitados a fazê-lo.

E, muitas vezes, deixamos de falar algo sobre o que estamos ouvindo, apesar de entender que poderia tudo ser diferente e sujeito a resultados mais aproveitáveis, mas opinar sem que nos peçam, nos faz sujeitos a erros dos quais poderemos ser acusados mais tarde.

Isso se refere até mesmo a parentes nossos, que poderão nos impor uma certa culpa, caso aquilo que sugerimos não tenha obtido resultados desejados e até mesmo esperados.

Por esse motivo, devemos evitar emitir um aspecto no qual já tenhamos vivido e até mesmo tenhamos tido uma experiência agradável, pois o que tenha sido bom para nós, pode oferecer resultados diferentes  para quem nos solicita naquele momento.

E resistir a dar uma opinião geralmente não é muito fácil, pois podemos até conhecer melhor do que a pessoa que nos fala o assunto em questão, mas de outro lado nunca devemos demonstrar, ou fazê-lo com muito cuidado, para não  magoarmos nosso interlocutor.

Nem sempre lidamos com pessoas que possuem certa humildade no sentido de reconhecer que seu próximo conhece melhor o assunto que estiver em questão naquele momento.

Por isso, sempre que pudermos resistir ao emitirmos nossas idéias e opiniões, com certeza nos daremos bem com todos os que nos rodeiam.

Claro que tudo depende da situação e da intimidade e respeito que o nosso próximo teria conosco, então é uma questão de como se diz em francês, “savoir faire”.

O grande segredo é não resistirmos em aprender, e mesmo mudar de opinião, isso significa humildade em reconhecer que alguém pode saber mais do que nós 🙂

Abraços, bom domingo,

Amanda

Anúncios

Publicado em abril 28, 2019, em Inteligência Social e marcado como , , , , . Adicione o link aos favoritos. 1 comentário.

  1. Maria Christina Akel

    É o segredo da boa convivência e de lidarmos com as nossas ansiedades.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s