Tropeços

Quando falamos em tropeçar, nos ocorre em primeiro lugar enfrentarmos algo que estiver na nossa frente, no chão, ou caindo em nós.

Mas me refiro aqui também em tropeços que podemos cometer em relação ao que nos ocorre durante nossa vida, seja pessoal ou profissional, e muitas vezes sem retorno, ou sem conserto, conforme sua gravidade.

Me pergunto sempre se podemos nos prevenir antes de tropeçarmos, seja física ou profissionalmente, e essa é uma dúvida que, creio, todos nós temos, pois a certeza é algo que não se pode ter, na verdade, quase em nenhuma ocasião.

Muitas vezes, não conseguimos nos desviar quando encontramos alguns obstáculos difíceis de serem transpostos, tanto do ponto de vista financeiro, quanto pessoal ou profissional.

Nosso tropeço social se refere a falhas no relacionamento com pessoas  amigas, sejam de convivência maior ou menor, de intimidade ou de certa cerimônia.

E quando falamos em trato, nos referimos à maneira de tratarmos todos com a mesma educação, consideração e gentileza, e assim, vamos definindo o nível de intimidade que a pessoa nos inspira, a confiança que passamos a depositar conforme vamos tendo  maior convivência.

Pois a convivência determina quase sempre o nível de intimidade que vamos conferindo à nossa amizade… ou não.

Até os tropeços que nos são confiados fazem — ou não — crescer o nível de amizade e confiança que os novos conhecimentos inspiram, pois os próprios diálogos se tornam mais íntimos, tendo assim a oportunidade para ambas as partes de se fazerem as confidências que podem ajudar no desenvolver de algum problema apresentado.

Não nos esqueçamos de que tropeços, no passar de nossa vida, nos proporcionam a oportunidade de evoluirmos, seja do ponto de vista espiritual, intelectual ou emocional, como sempre digo, isso se formos humildes o suficiente para encararmos de frente as possíveis falhas que tenhamos cometido.

Só não nos esqueçamos de que a vida nos oferece sempre novas chances de vermos e analisarmos os tropeços que nos ajudariam a aprender e mudar atitudes que antes haviam sido prejudiciais.

Cada tropeço pode ser um ensinamento e cada dia nos traz o amadurecimento que nos ajudará durante as resoluções que sempre temos que tomar na nossa vivência e relacionamentos, seja com parentes ou amigos que escolhemos para convivermos.

Importante, que cada tropeço sirva de ensinamento 🙂

Abraços e ótimo domingo!

Amanda

Publicado em dezembro 9, 2018, em Inteligência Social e marcado como , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s