Arquivo diário: dezembro 2, 2018

Companheirismo

Companheirismo é, na verdade, um sentimento que independe de situação cultural, financeira, ou qualquer outro tipo de interesse que não seja simplesmente a boa vontade de se cooperar em qualquer tipo de atividade que estejamos, ou que alguém perto de nós esteja, dependendo de um auxilio para desenvolver aquilo a que se propôs naquele momento da vida.

Quando somos companheiros, não significa simplesmente que tenhamos as mesmas preferências, e sim que possamos desempenhar uma situação de apoio naquilo que o amigo esteja fazendo naquele momento.

Por exemplo, uma pessoa que não sabe ou não gosta de nadar, se for companheira, pode se instalar na beira da piscina, e enquanto o amigo fica nadando, ela estará ali, e sua presença, seu sorriso serão o bastante para que a pessoa se sinta acompanhada.

Normalmente não custa nada e não nos empenha sermos companheiros de nossos amigos, seja enquanto desempenham alguma atividade, ou numa conversa de apoio em situações difíceis, onde um simples diálogo traz, na maioria das vezes, um conforto, ajudando até mesmo na solução de algo que antes poderia parecer quase impossível.

E, para acompanharmos não precisamos, necessariamente, termos exatamente as mesmas preferências, mas procurarmos sempre encarar com boa vontade, e nos divertirmos.

Participação é algo muito especial, mesmo que nossas tendências e gostos sejam diferentes, a participação independe, pois o companheirismo sempre fala mais alto.

O companheirismo é um dos grande pilares de uma união, seja ela de amigos, de pares amorosos, de colegas de  atividades esportivas, etc.  É um tipo de vinculo onde se sabe poder contar com alguém que sempre se coloca à disposição no momento em que se precisa.

E também faz muita diferença no ambiente de trabalho, pois cria um clima de harmonia e de colaboração.

E esse modo amistoso de convivência deve existir, principalmente no relacionamento amoroso, no casamento, por exemplo, é imprescindível, pois precisamos do companheiro nas horas fáceis e principalmente nas difíceis, saber ouvir, mesmo quando as coisas não vão tão bem, ai mesmo é que se precisa ouvir e colaborar.

Isso é ser companheiro!

Podemos tornar a vida sempre mais agradável junto aos outros, a  partir de pequenos detalhes, às vezes simplesmente ajudar um colega que está um pouquinho atrasado, facilitarmos seu trabalho, coisa que parece simples, mas que pode resolver algo importante.

Os bons companheiros são pessoas normais, também tem seus erros e defeitos, no entanto sua atitude positiva é sempre bem aceita pelo próximo.

Agir com companheirismo é o fato principal para mantermos um relacionamento saudável na vida comunitária, em qualquer ambiente, seja no convívio familiar, profissional ou entre amigos.

Compreensão e tolerância, segredos para se conviver bem 🙂

Abraços e bom domingo,

Amanda