Superstição

Superstição é algo muito especial e particular de cada um de nós, pois quem acredita segue fielmente o que deve ou não deve fazer, com receio de consequências que podem advir.

Tem várias:

Não abrir guarda chuva dentro de casa, morte em família.
Bolsa no chão, nem pensar pois o dinheiro vai embora.
Não passar em baixo de alguma escada.
Sapato virado com a sola para cima, também nem pensar.
Faca no chão se cair, vai ter briga, portanto precisa fazer o sinal da cruz três vezes no local ao apanhá-la.

E assim, sucessivamente, tem diversas crenças que até respeito, mas não acredito.

Não abro guarda chuva dentro de casa, pois não chove dentro de casa.
A bolsa não ponho no chão , para não estragá-la.
Em baixo de escada, não passo, pois tenho receio que ela caia sobre mim, e me machuque.
O sapato, tenho sempre o cuidado de deixá-lo na posição correta.
E a faca, tomo cuidado somente para ela não cair no meu pé e me cortar.

Estamos falando na base da brincadeira, mas seriamente não acredito mesmo em nenhuma superstição, pois creio que todos os fatos não estariam me acontecendo se eu não tomasse cuidado ou não fosse protegida quanto às consequências que um ato insensato fosse cometido.

As superstições são uma espécie de crendice popular que não possuem explicação científica, são criadas pelo povo e passam de geração a geração, que muitas vezes se acredita por medo.

Até mesmo considerada uma superstição religiosa, o fato de se abrir uma página da Bíblia por acaso e acreditar que está ali a resposta para sua aflição ou para seu problema  naquele momento.

Não devemos confundir crença com crendice, são palavras parecidas, mas completamente distantes.

É a ação de acreditar na possibilidade de alguma coisa, ela é sempre maior do que o conhecimento, embora um determinado conhecimento  pode se tornar uma crença com o passar do tempo.

É algo que pode mesmo atrapalhar a vida de uma pessoa, que às vezes deixa de fazer determinadas coisas num dia de sexta feira, 13, por exemplo.

Isso sem nenhuma explicação plausível ou científica até hoje, que preveja que este dia daria azar.  Eu mesma já consegui muitas coisas positivas nesse tipo de dia, normalmente, sem nem ter me lembrado antes que dia seria.

Acreditarmos em algo sem explicação, por medo, é superstição, e isso, a meu ver, pode criar o desânimo de tentarmos algo, tanto na vida pessoal, quanto na profissional, e com isso, deixarmos de realizar, o que poderia fazer tanto bem em nossa vida.

Abraços e bom domingo, preferivelmente sem superstições.

Sem passar em baixo de alguma escada, sem cruzar com gato preto, e numa sexta feira, 13, então, nem pensar 🙂

Amanda

Publicado em novembro 18, 2018, em Inteligência Social e marcado como , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s