Acreditar

Essa é uma palavra muito delicada, pois depende da confiança inspirada em nós por quem nos rodeia, ou mesmo por quem acabamos de conhecer e de quem nos tornamos amigos.

Tem pessoas que nos inspiram imediatamente a confiança pelo que falam, pelas idéias que nos são expostas.  Já tem outras que, por mais que tentem provar que aquilo que nos dizem é verdadeiro, muitas vezes, não conseguem, não acreditamos.

Pode ser até mesmo que seja porque já tenhamos tido alguma prova de que essas não falam aquilo que seja verdade, ou porque as conheçamos pouco, algo sem muita explicação lógica.

Na verdade, nada deveríamos ter que provar, mas depende com quem estamos lidando no momento em que afirmamos algo, seja do ponto de vista social, ou profissional.  Isso acontece quando já conhecemos muito bem as pessoas em questão, e elas já estariam acostumadas conosco, pois a confiança vem com o passar do tempo e as provas que vamos dando durante nossa convivência.

Por isso, tudo o que afirmamos ou ideias que colocamos na mesa, deverá ter fundamento e termos a certeza de que aquilo que estamos afirmando nos dá a confiança que inspiramos em nossos interlocutores.

A crença, seja religiosa ou social, é algo que temos ou não, e cultivá-la se torna importante, na medida que ela nos traz a confiança naquilo que é parte de nossa vida, quase sempre.

A confiança é algo que conquistamos com a convivência, seja dos pais para os filhos, entre amigos, de forma geral é um sentimento que a convivência faz aumentar… ou diminuir, de acordo com as provas que vamos dando entre nós de que falamos a verdade, e agimos sempre com a honestidade que aprendemos.

Falar a verdade, algo que sempre foi imposto em nossa casa, mesmo que isso traga consequências inevitáveis, as crianças aprendem que apesar de terem a possibilidade de levar alguma punição, devem arcar com seus atos, falando sempre aquilo que representa a veracidade de algo que estão defendendo naquele momento.

E com isso aprendem também que o que disserem será levado em conta, para que possamos defendê-las em qualquer situação.

Tem pessoas que inspiram nossa confiança, seja em que situação for, e isso possivelmente tenha sido conquistado com as atitudes que desenvolvem durante a convivência que com elas desfrutamos.

Se tivermos que provar cada vez que falamos ou defendemos alguma idéia, e não formos dignos de crédito, já teremos a certeza de que a pessoa em questão não poderá ser considerada tão amiga quanto imaginávamos.

Como é bom e saudável podermos acreditar em quem convivemos, sejam os cônjuges, os amigos, ou até mesmo conhecidos cuja convivência nem seja tão assídua, mas que nos dá a tranquilidade absoluta.

Abraços e bom domingo, e muita crença, sempre 🙂

Amanda

Publicado em novembro 4, 2018, em Inteligência Social e marcado como , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s