Autoconfiança

A confiança que temos em nós mesmos, evidentemente nos ajuda durante a vida, em muitos aspectos, pois se nos sentimos seguros, teremos sempre mais chances de conseguirmos acertar em nossas atitudes, e em opiniões que emitimos em quaisquer circunstâncias.

Claro que esse tipo de comportamento desenvolvemos e aprendemos durante nossa vida, pessoal e profissional, pois o contato com o próximo nos ajuda a nos conhecermos melhor e a controlar nossas emoções até mesmo no sentido de evitarmos agressões que não levam a nenhum resultado.

E se desenvolvemos a confiança em nós mesmos, teremos maiores chances de que os resultados em todas as nossas atividades que empreendemos sejam os mais positivos, e, portanto, com maiores chances de nos ajudarmos a nós próprios e aos que nos rodeiam.

O que não podemos é nos deixarmos dominar pela autoconfiança, pois isso pode desencadear um sentimento de orgulho exagerado e, acabamos incorrendo no erro da vaidade que não leva a nenhum lugar e pode nos proporcionar grande decepção.

Como dizia minha sábia mamy, tudo na medida certa.

E qual será essa medida?

Começa por colocarmos nossa vaidade de lado para tentarmos chegar a uma conclusão acertada e que nosso orgulho não nos domine a ponto de errarmos em julgamento vaidoso e sem um resultado justo e imparcial.

Por isso, devemos sempre buscar a medida mais certa que possamos imaginar, dentro de nossa capacidade de julgamento que cada um de nós tem a sua maneira de encarar. Mas importante ressaltar que algumas atitudes não deixam dúvida quanto a sua honestidade de princípios, que devemos tentar seguir.

Nossa confiança em nós mesmos dependerá em analisarmos se nossas atitudes vem sendo bem sucedidas durante nossa vida, e se temos a modificar. Sempre é tempo de fazê-lo.

Podemos não saber algo, mas se nos sentirmos confiantes, normalmente conseguimos aprender.

Claro que nascemos com certa aptidão para diferentes trabalhos, e acredito que devemos buscar atividades para as quais já temos a tendência mais acentuada. Mas se nos esforçarmos, podemos desenvolver algo novo, mesmo que não sejamos tão eficientes como quem já nasceu com a facilidade para certas atividades. Nada nos impede de aprender sempre algo a mais durante nossa vida pessoal e profissional.

Não nos esqueçamos de que auto confiança é, muitas vezes, associada à nossa capacidade, conhecimento, tendências e habilidades inatas ou adquiridas pela prática.

Abraços e bom domingo, desenvolvendo sempre nossa auto confiança para maiores realizações 🙂

Amanda

Anúncios

Publicado em novembro 26, 2017, em Inteligência Social e marcado como , , , , . Adicione o link aos favoritos. 3 Comentários.

  1. Sempre admirei sua auto-confiança ao mesmo tempo delicada e firme ….

  2. Muito interesante! Vou ver si poso melhorar porque muita Saude vezes tenho dificuldades neste tema ! Beijos querida Amanda 😘🌷🌷

  3. A fase mais importante para o desenvolvimento da auto-confiança é a da infância. Muita atenção com nossas crianças! Às vezes uma observação desabonadora feita por um parente, por um coleguinha de escola, um professor, abala a auto-confiança dos pequeninos. Algo que marca, de dificil recuperação….Boa semana, querida!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s