Ética

Derivada do grego, significa o que pertence ao caráter, a maneira de ser de uma pessoa, seus valores e princípios morais.

É o comportamento que desenvolvemos e como agimos em relação aos nossos circunstantes, à sociedade na qual vivemos, pois o pensamento ético procura julgar nosso comportamento, e dessa forma chegarmos à conclusão inicial do que é certo e do que é errado, justo ou injusto.

Daí, o cuidado de nossas opções para que nos levem a caminhos mais corretos, à verdade e às relações mais justas, com menos injustiças, e mais respeito social, familiar ou profissional.

Cada vez mais se defende a ética tanto em direitos humanos, contra injustiças na área profissional, seja em qualquer campo de nossas atividades pessoais ou profissionais.

E também a ética no ambiente de trabalho pode aumentar o nível de produção na empresa, e favorecer a convivência e a confiança entre os funcionários.

E para que o sucesso de relacionamento seja alcançado, muitos fatores devem ser seguidos: ser sempre honesto, nunca iniciar algo que não se possa assumir, manter a humildade tão necessária para a convivência, respeito à privacidade e à hierarquia, fazer críticas com educação, e ter sempre atitudes que denotam nossa vontade de progredir em conjunto.

Nossa obrigação como seres humanos é tratar qualquer situação ou pessoa com respeito, dignidade, e também sem nos esquecermos de sermos solidários com nossos semelhantes, em nossa casa, com os colegas de escola ou profissão, fora e dentro do lar.

Mesmo porque devemos ter a mesma consideração e mesma atitude de ética quanto mais íntimos somos ou nos sentimos em relação às pessoas que nos rodeiam.

Porque, como sempre defendo, quanto mais íntimos, com mais respeito devemos agir e tratar os mais próximos, e assim evitarmos a falsa intimidade que permite que alguém possa nos dizer algo assim: posso ser franca com você? Não pode!

Isso é simplesmente algo que devemos evitar, pois ninguém deixará de agir como sempre o fez, e só provocará reações desagradáveis com consequências inesperadas.

E até inimizades inevitáveis.

Agir com ética é também respeitar as opiniões diferentes das nossas, tentando entender o ponto de vista de cada um com quem lidamos, pois todos nós passamos por momentos diferentes em nossas vidas, e então fica difícil julgarmos atitudes que não combinam conosco, mas o que não quer dizer que estejamos sempre certos em nossas idéias e opiniões.

Para isso temos que ser sempre humildes o suficiente para analisarmos nossos próprios pontos de vista.

Não é fácil, claro, mas devemos fazer um esforço para que a convivência com nosso próximo se mantenha num nível agradável. Para isso, cultivemos nossa humildade no sentido de reconhecermos os erros de julgamento aos quais estamos sujeitos.

E sem nos esquecermos de reconhecer o mérito de nossos subordinados, e companheiros de trabalho, e de todos os membros de nossa família. Muito importante!

Abraços e bom domingo com toda a ética que conseguirmos nos impor 🙂

Amanda

Anúncios

Publicado em setembro 10, 2017, em Inteligência Social e marcado como , , , , . Adicione o link aos favoritos. 1 comentário.

  1. Resumindo “Não faças ao outro o que não queres para ti” Beijos e boa semana, Regina

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s