Altruísmo

Quando falamos em altruísmo, já sabemos que estamos falando sobre o desprendimento que deverá nortear nossa vida, se quisermos ter uma convivência agradável em relação aos nossos amigos e conhecidos.

O altruísmo ou desapego das coisas materiais significa ausência do egoísmo, pois libera qualquer instinto de apego que possamos ter em relação aos nossos bens materiais que tenhamos conquistado no decorrer de nossa existência, e desse modo nos ajuda a resolver os problemas que se apresentam.

É, basicamente, a ausência de egoísmo, uma característica de quem pensa nos outros antes de pensar em si próprio, é o amor ao próximo.

O altruísta não ajuda os outros com objetivo de obter algum benefício, geralmente seguindo os princípios que norteiam os fundamentos do altruísmo, dois dos quais a empatia e a ética.

Ele tem um tipo de comportamento encontrado em seres humanos e outros seres vivos, em que as ações voluntárias de um indivíduo beneficiam outros.

Pode também ser entendida como filantropia e mesmo solidariedade.

Em três modalidades apresenta-se o altruísmo: o apego pelo próximo e não material, a veneração e a bondade. Significam basicamente a ligação que os iguais mantêm entre si, o vínculo que os mais fracos têm com os mais fortes e a bondade que é um sentimento que os mais fortes têm em relação aos mais fracos.

Dentro desse conceito, se deduz que o homem pode ser – e é – bom e generoso naturalmente, sem necessidade de intervenções culturais.

Acredito que trazemos conosco o sentimento de bondade e de altruísmo, mas claro que os acontecimentos da vida podem alterar o nosso comportamento, e até mesmo a maneira como sentimos e exprimimos o sentimento.

Vivemos num mundo de crise ambiental e econômica, e uma das soluções que podem aliviar é o altruísmo, pois se acredita que o ser humano tem uma ponta de egoísmo, que precisa ser reconhecida e combatida, sempre.

Mas não existe somente egoísmo no mundo, ao contrário, encontramos, no decorrer de nossa vida, pessoas altruístas, que vivem para auxiliar necessidades alheias, resolvendo ou ajudando a resolver problemas que nem seriam de sua alçada, mas que, com boa vontade, podem auxiliar e muito!

O maior erro é pensar que há somente egoísmo no mundo. Felizmente, conhecemos pessoas desprendidas dos bens materiais que tiveram a felicidade de possuir pela sua luta, e que conseguem dividir, dar trabalho e pagar bem a quem as ajuda, e isso só constrói.

E, além de construir, essa ajuda incentiva as pessoas a lutarem para melhorar e conseguirem reconstruir uma vida que as façam viver bem.

Vamos, portanto, tentar sempre praticar o bem a quem nos rodeia, seja com ajuda material, e mesmo com palavras de incentivo, para que consigam renovar ou continuar uma luta decisiva, corajosa, honesta e vitoriosa.

Abraços e bom domingo, praticando sempre uma atitude de altruísmo 🙂

Amanda

Anúncios

Publicado em agosto 27, 2017, em Inteligência Social e marcado como , , , , . Adicione o link aos favoritos. 2 Comentários.

  1. Maria Thereza Matarazzo

    Como semre você e uma sabia ALTRUISTA!!!Espero que o Delboni esteja bem!bjos M.Thereza

  2. Norma Bobadilla

    Perfecto Querida duas palavras! Como Sempre Beijos ❤️👏💋🌷🌷

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s