Motivo de orgulho

Sempre ouvimos que deveríamos ser motivo de orgulho para nossos pais, amigos e pessoas que participam de nossa vida afetiva, e naturalmente isso sempre depende de nosso desempenho.

Nosso comportamento deveria ser o que aprendemos para que possamos ter um resultado compatível com o grupo ao qual pertencemos e no qual atuamos, tanto social quanto profissionalmente.

Claro que todos nós temos nossa personalidade, gostos, maneira de pensar, mas sempre deveríamos agir dentro de um critério que nos inclua numa determinada área da sociedade à qual pertencemos, e a família está incluída.

Nosso comportamento nos abre ou nos fecha determinadas portas, pois queiramos ou não, estamos sempre sujeitos a aprovação, por mais discreta que se apresente.

Sem apelarmos para uma atitude hipócrita e ainda mantendo nossa autenticidade, estaremos sem nos apercebermos, sujeitos a julgamento externo, e se pertencemos a determinado grupo de pessoas, nosso comportamento, por mais “autênticos” que nos consideremos, sempre nos coloca numa maneira de agir condizente ao ambiente.

Esse tipo de comportamento é muito gratificante, pois, se formos humildes, aprendemos cada vez mais, o que pode ser muito importante em nossa vida, tanto pessoal, quanto profissional.

E assim, estaremos progredindo sempre, pois teremos a oportunidade de conhecer pessoas com as quais aprendemos e que podem nos auxiliar no sentido profissional, em nossa carreira, em ter orgulho de nos apresentar a alguém com quem podemos colaborar, e continuar aprendendo durante a vida.

Mas claro, isso, se formos humildes o suficiente para reconhecermos a possibilidade de que nossa intervenção em algum tipo de assunto não é o ideal, e que podemos aprender com alguém, afim de transmitirmos a outros a experiência adquirida.

Esse tipo de atitude é sempre motivo de orgulho no meio ao qual pertencemos e frequentamos, pois inspira confiabilidade.

E não podemos negar que nossos pais sempre nos criaram para que fôssemos, de alguma forma, sérios em nossas atividades, em nossos estudos, em nossa carreira, para tentarmos os resultados para os quais batalhamos durante a vida.

Lembrando que quando progredimos ou participamos de atos que nos tornam o foco de atenção, mais responsabilidade temos para com nossa família e nossos amigos.

Toda vez que somos reconhecidos, aumenta a nossa responsabilidade diante de amigos, e com quem temos relações profissionais.

E o comportamento na vida, em termos de igualdade de tratamento, sem discriminação, é o que devemos cultivar.

O que conseguimos planejar e realizar com dignidade, deverá ser um motivo de orgulho, pois dependemos do esforço pessoal e também de atividade profissional que comprovamos a cada trabalho executado e bem sucedido.

Portanto, devemos respeitar nossa reputação em todas as nossas atitudes pessoais e profissionais e nos preocupar com a responsabilidade de sermos sempre motivo de orgulho para as nossas famílias.

Sempre!

Abraços e bom domingo 🙂

Amanda

 

 

 

 

 

 

 

Anúncios

Publicado em julho 9, 2017, em Inteligência Social e marcado como , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s