Percepção

Perceber é uma arte.

Grande verdade, apesar de muitas pessoas não se darem conta de que isso acontece em diferentes fases de nossa vida, e em relação a acontecimentos que nos rodeiam.

Muitas vezes, podemos evitar até mesmo consequências desagradáveis, se conseguirmos perceber detalhes que poderiam passar desapercebidos pela maioria das pessoas, que não estariam prestando atenção a minúcias, e que tranquilamente passam sem que tenhamos visto, em algumas situações.

Claro que, dependendo do nível de amizade e de intimidade que temos com alguns, nem sempre temos a liberdade de nos exprimirmos como desejaríamos.

E, se pudéssemos dizer aquilo que percebemos, serviria de prevenção para muitos acontecimentos, mas a falta de liberdade que não nos é dada, na maioria dos relacionamentos, impede de prevenirmos o que temos a capacidade de perceber.

Cada um de nós dispõe, mais ou menos, da facilidade de notar tendências e características de quem nos rodeia, mas, muitas vezes, dependendo do grau de intimidade e liberdade que temos com nosso próximo, ficamos inibidos de usarmos a franqueza que seria adequada naquele momento.

Dispomos de diversos tipos de percepção, e todos dispomos de todas elas, em maior ou menor grau.

Temos a percepção visual, onde obtemos algum tipo de informação através de nossos olhos.

A percepção social, através da qual vemos e interpretamos o comportamento de nossos semelhantes e suas atitudes dentro do convívio social ao qual pertencem.

E também a percepção musical, através da qual reconhecemos os sons, ritmos, melodias, etc.

Dispomos também da percepção auditiva, olfativa, táctil e gustativa.

Tudo isso faz de nossa vida uma riqueza, pois se imaginamos uma vivência sem essas características de que dispomos, chegamos a conclusão de que poderia ser uma vida extremamente sem graça e sem realizações.

Geralmente não pensamos em tudo o que possuímos dentro de nós, pois a tendência é não valorizarmos aquilo que ganhamos da natureza e só sentimos a ausência de alguma característica quando ela nos falta, o que constitui um erro de nossa parte.

Temos que dar importância ao sentido da percepção, pois é algo que devemos cultivar; só o fato de podermos distinguir cores, peso, aspecto visual, enfim, de tudo que nos cerca, já nos diferencia de quem não teria essa capacidade.

Valorizemos, pois, essa faculdade que recebemos; é sinal de que nossos sentidos estão atentos e saudáveis.

Claro que nossa forma de perceber também está ligada ao nosso nível de interesse e de informação, e quanto mais nos informamos, maior fica a nossa percepção, principalmente de detalhes que se apresentam, e que, sem a cultura necessária, passariam despercebidos.

Daí, a importância da cultura, pois à medida que adquirimos novas informações, nossa percepção se altera visivelmente.

Observemos, portanto, o máximo que possamos fazê-lo!

Abraços e um ótimo domingo 🙂

Amanda

Anúncios

Publicado em junho 11, 2017, em Inteligência Social e marcado como , , , , . Adicione o link aos favoritos. 2 Comentários.

  1. Olá Amanda ,
    Suas observações sempre bem vindas e acertivas, dicas de posturas adequadas em quaisquer situações com inteligência e elegância. Terá sempre minha admiração, respeito e carinho . Grande e forte abraço a você e a todos os seus.

  2. Parabéns pelo artigo, querida Amanda!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s