Ato de amor

O que chamamos de um ato de amor?

São tantos e se quisermos classificá-los, podemos fazê-lo durante toda a nossa vida, em qualquer momento e em todas as situações.

Dizemos que um só ato de amor feito numa fase difícil, vale mais do que cem em tempo de consolo.

Porque é completamente diferente nos darmos a um ato de afeto num momento em que nos necessitam, seja em que âmbito for de nossa vida e da vida de quem nos rodeia, pois por menor que pareça, um ato de amor pode chegar no momento em que estaríamos em situação difícil, que nada o substituiria.

Um ato de amor pode vir representado por uma palavra de compreensão, um auxílio financeiro, e em algumas situações, simplesmente quando conseguimos expressar palavras de conforto e consolo necessitadas por quem nos ouve naquele momento.

Claro que, como disse acima, um ato de carinho autêntico num momento de dificuldade vale mais do que muitas palavras, e vamos convir que, às vezes, um simples toque e um aperto de mãos podem nos consolar, em silêncio.

Um ato de amor pode ser o apoio que nos damos mutuamente em nosso lar, pois os filhos também nos dão em certas ocasiões provas de amor, e nos mostram seu afeto de diversas maneiras, com gestos, doações, sejam de presentes materiais, ou de palavras adequadas a cada ocasião em que se apresentam dificuldades em nossa vida.

E isso pode se dar na área emotiva, na frustração que acontece de vez em quando em nossa vida, num fracasso profissional ou financeiro, e até em dificuldade na área intelectual.

Trocar pontos de vista com os filhos não significa perda de autoridade que muitos querem ter em relação a eles, mas, ao contrário, significa humildade e reconhecimento de que não somos infalíveis e que uma grande idéia não tem preço.

Tudo isso se resume num ato de admiração, respeito, humildade, e portanto amor!

O amor é um sentimento que nos leva a praticar ações que ajudam o nosso próximo em qualquer situação em que ele se encontre, estimula para enfrentar qualquer barreira, qualquer obstáculo.

Um ato de amor pode, na verdade, ser representado por pequenos gestos, pequenas doações de nós mesmos, sem a necessidade da grandiosidade que, muitas vezes procuramos, afim de representá-lo.

E li, uma vez e achei interessante, que o amor dá trabalho…

Não basta sorrir para alguém, mas fazê-lo sorrir também, e não somente oferecer um remédio, até no sentido espiritual, mas tentar colocar a mão na ferida.

Perguntamos se alguém vai bem, mas será que estamos preparados para ouvir a resposta real que a pessoa nos dará? Façamos a pergunta se estivermos conscientes de que estamos prontos para a ajuda que se fizer necessária.

Amar dá trabalho, sim, se formos humildes e estivermos realmente dispostos para tentarmos amenizar sofrimentos de nossos semelhantes, fazendo o possível para que assim aconteça.

E ai, estamos preparados para amar?

Abraços e bom domingo, com muito amor 🙂

Amanda

Anúncios

Publicado em agosto 21, 2016, em Inteligência Social e marcado como , , , , . Adicione o link aos favoritos. 3 Comentários.

  1. Lindo Amanda!!!

  2. Noely Ferreira Marques Ramos

    Gostei muito do tema ‘Ato de amor”.
    Lembra que temos bastante dentro de nós, mas precisamos nos colocar em disponibilidade para oferecer.
    Noely

  3. Maria Thereza Matarazzo

    Que delicia ler o que voce escreve!!Eque delicia ter uma amiga como voce!!!!!Bjos, ate quarta! m.Thereza

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s