Pequenos brilhos

Gostei muito de uma citação que li há tempos e que me ficou na memória:

“São os pequenos brilhos que encantam; holofotes cegam”.

Se tivermos em mente essa filosofia de vida, que encerra uma profunda verdade, poderemos nos poupar de grandes tristezas, e termos em mente que não precisamos de grandes brilhos, no sentido figurado, claro.

Façamos pequenos atos, sejam de caridade, de humildade, de obediência, e eles poderão significar grandes resultados em relação ao nosso próximo, seja em qualquer qualificação que ocupem em nossas vidas.

Um gesto, mesmo que pequeno, de gentileza e consideração, poderá ter para quem recebe, enorme importância, pois significa um resultado que nem nós mesmos poderíamos ter imaginado alcançar.

E não será necessário que tenhamos apreço somente por pessoas amigas ou conhecidas de longo tempo, mas também usarmos de delicadeza mesmo por quem acabamos de conhecer, ou simplesmente quando nem sabemos quem é em profundidade, podemos e devemos ser gentis.

Pequenas gentilezas ou favores são sempre bem-vindos, e costumam marcar a vida de quem recebe, pois se para nós foi um pequeno gesto, para quem recebeu pode ter tido uma importância que nem havíamos imaginado.

A valorização depende muito de quem recebe, mesmo que o favor seja mínimo, pois, de outro lado, vemos pessoas que, por mais que se faça, são eternamente insatisfeitas e ingratas.

Todo conselho ou opinião devem ser valorizados, porque sempre ouvimos falar que, quem está de fora, muitas vezes enxerga um ângulo que pode passar desapercebido por quem estaria envolvido em determinada situação.

Devemos cultivar a humildade e ao menos considerar um ponto de vista diferente do nosso.

Frequentemente deixamos de ver os pequenos brilhos que a vida nos oferece.

Muitas vezes, o que aparenta ser algo insignificante pode ter uma importância enorme numa sugestão que damos com amor e consciência, e mesmo que não tenhamos tido a intenção, uma idéia pode transformar a vida de alguém, se dada racionalmente e com boa vontade.

Os detalhes observados em tudo o que fizermos funcionará como um incentivo para desenvolvermos grandes idéias, e atingirmos assim, os resultados que sonhamos e para os quais tenhamos empenhado nosso trabalho.

Decididamente, as particularidades fazem a diferença em tudo o que executamos, numa descrição que tira qualquer dúvida, numa escolha em diversas áreas de atuação, como alimentos, roupas, etc.

Principalmente no trato com as pessoas que nos rodeiam, nos encontros sociais, e em todos os ambientes que frequentamos, devemos prestar atenção no tratamento que damos ao nosso vestuário, à nossa postura, de maneira geral.

Sem nos esquecermos, claro, de nossa espontaneidade, temos que cultivar a retidão de atitudes que definem nossa imagem diante dos amigos e da sociedade à qual pertençamos

Os pequenos brilhos são muito importantes em nossa convivência com os amigos, e principalmente com quem conhecemos recentemente, que, se não se impressionarem bem conosco à primeira vista, provavelmente não nos darão a segunda chance.

Prestemos atenção, portanto, nos pequenos brilhos, para não corrermos o risco de cegueira pelos holofotes.

Abraços e bom domingo, bem cheio de brilho!

Amanda

Anúncios

Publicado em outubro 25, 2015, em Inteligência Social e marcado como , , , . Adicione o link aos favoritos. 8 Comentários.

  1. E você vai por estas veredas espalhando delicadezas como quem joga arrroz sobre noivos , indo em frente e tornando-se inesquecível …

  2. Obrigada Amanda por seu texto sempre reflexivo e inteligente .
    Bom almoço hoje , por favor transmita meu abraço a todas . .
    Vou ao Rio hoje para encontrar Nelly , minha cunhada panamenha que está fazendo aniversário . Estarei com vocês em pensamento ,enjoy, beijo
    Tereza .

  3. Amanda querida,
    Muitas vezes a sociedade de hoje, sempre apressada,nos deixa esquecer de detalhes importantes como pequenos brilhos e por sobrevivência temos que exercer papeis e muitas vezes encontramos pessoas que se colocam sobre grandes holofotes que chegam quase a nos cegar , Por isso é bom ter sempre em mente que os pequenos brilhos só nos permitem uma boa convivência e não permitir que os holofotes embacem nossa visão e a do outro. Tenha um bom fim de semana e obrigada pelo seu texto sempre interessante e reflexivo.
    Beijo
    Tereza.

  4. Perfeito, querida Amanda! bjs Regina

  5. Perfeito, querida! beijos Regina

  6. Simples observações que fazem toda a diferença! Gostei muito do texto.
    beijos

  7. O único holofote que não cega são os teus conselhos dominicais! Maravilhoso!

  8. Querida Amanda! correto e apropriado para os dias de hoje!
    Menos é sempre mais. Você sempre trazendo reflexões apropriadas em todos os sentidos.Adorei.
    bjs Claudia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s