Relacionamentos

Em várias áreas de relacionamentos, nos deparamos com diferentes tipos de pessoas e ocasiões mais diversas.

Aparência nunca foi e nunca será algo que possa definir a personalidade da pessoa que conhecemos há tempo e também de quem acabamos de conhecer.

Minha podóloga, pessoa de minha amizade, me relatava um dia, triste e decepcionada, algo que ela havia presenciado ao atender um cliente pela primeira vez.

Ele chegou com uma tremenda pose, muito bem vestido, terno de grife, bonito e relativamente jovem para a posição que ocupa na vida profissional.

Tratou a todos com indiferença e até com certa grosseria.

Quando se sentou ela lhe pediu, lógico, que tirasse os sapatos.

Decepção total, pois seus pés eram sujos e sem nenhum cuidado, com as doenças típicas de quem não tem muita intimidade com a chamada higiene.

E ele ainda lhe perguntou se ela usava luvas, se tudo estava esterilizado, e se não havia condição de alguma doença ser transmitida.  Ela lhe respondeu que não haveria nenhuma condição de se transmitir a alguém aquilo que ele tinha em seus pés.

E é assim na vida de algumas pessoas, quando  tiram o sapato, claro, figurativamente, pode-se descobrir doenças incríveis, como o orgulho, a indiferença a problemas dos mais necessitados, a antipatia, a falta de consideração com quem lhes serve, a falta de compaixão e outras tantas características que tornam a vida, às vezes, mesmo insuportável.

Tem pessoas que nunca estão satisfeitas com ninguém e com coisa alguma que se faça para que ela fique feliz.

Você faz de tudo, e quando falha em 1% , é duramente criticado como se nada tivesse sido feito.  Isso, para mim, é algo realmente insuportável.

O ideal seria procurarmos buscar no trabalho com outras pessoas, um bom relacionamento sem permitir que estresse de ambas as partes interfira no dia a dia e nos resultados que procuramos obter.

Na área da competição, seja por candidatura a algum trabalho, seja por competição esportiva, ou pela amizade de alguém, os relacionamentos podem estar sujeitos a algum mal estar pela necessidade que todos temos de sair vitoriosos.

Mas eu creio que um relacionamento pode crescer na medida que acreditamos na competição honesta.

Penso também que uma “derrota” deva somente servir de incentivo para uma futura vitória no mesmo campo que disputamos e perdemos anteriormente.

Para mim, o verdadeiro derrotado é aquele que desiste, e o vitorioso aquele que luta honestamente em todos os âmbitos de sua vida – mesmo sem vencer todas as batalhas.

Relacionamento é algo que devemos tentar preservar, colocando de lado sentimentos negativos, como o ciúme, a inveja, o desprezo, etc.

Um bom relacionamento, seja ele, amoroso, societário, trabalhista, comercial ou simplesmente social, deve ser mantido com respeito.

Devemos tentar preservar dentro de nós, acima de tudo, a humildade para reconhecermos erros passados, e os corrigirmos para relacionamentos futuros, seja em que campo for.

Tento sempre tirar de minhas experiências exemplos que facilitem todas as relações.

Abraços e bom domingo, de ótimos relacionamentos 🙂

Amanda

Anúncios

Publicado em março 24, 2013, em Inteligência Social e marcado como , , , , . Adicione o link aos favoritos. 8 Comentários.

  1. Bem interessante e real.esse tema .
    Temos que ter sempre presente esse modus vivendi .
    a Vida fica mais fácil !!! .
    Parabéns pela forma que escreve e transmite seu pensamento .
    Obrigada , um abraço
    tereza 😀

  2. Maria Thereza Matarazzo

    MUito sabio ,Amanda, omo sempre Amanda!!! Muito bem!!!um abraco M.Thereza

    Em 24 de maro de 2013 09:28, Amanda Delboni

  3. Oi,querida Amanda,adoro ler tudo que você escreve.
    Saudades.
    Antônio e Nilda

  4. Amanda, este eh muuuuito bom!!! Eh por isto, quero dizer pelas coisas que voce escreve, falando de suas diversas experiencias e opinoes, que eu adoro voce(S), familia Delboni!!! Bjsss

  5. É minha querida amiga Amanda…como as pessoas dificultam os relacioanamentos, fazendo as vezes, a vida do outro impossível. Grande texto, como sempre. Tu passas a tua sabedoria como ninguém, numa fala simples e leve de ser lida e compreendida. Parabéns por mais um post. Saudades.

  6. Amei minha amiga vc escreve uma delicia bjss

    Enviado via iPhone

  7. sem dúvida , existem pessoas assim lamentavelmente…
    texto muito bom! bjs e saudade – Danielle

  8. Taís Fazzio Carvalho

    Oi, Amanda,querida:
    ADOREI “Relacionamentos”!
    Seus textos são sempre muito bem escritos e inspirados. Parabéns a você, mais uma vez!
    bjsss e saudades!
    Taís

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s