Obrigação

Todas as vezes que sugerimos algo a alguém, seja no sentido pessoal ou profissional, temos que nos cuidar para que essas idéias ou sugestões não sejam colocadas ou mesmo interpretadas como obrigação.

Mesmo para nossos familiares aos quais temos certa ascendência como nossos filhos e funcionários, o cuidado para que não sejam impostas nossas opiniões é muito importante, para que não soem como ordens o tempo todo.

Sugerir com as razões apresentadas é algo que normalmente é aceito, pois dificilmente alguém discute o que é óbvio e correto.

Impor já é algo diferente e em geral não agradável, que soa como obrigação, seja com amigos ou nossos familiares, mesmo sendo nossos filhos e dependentes.

Até com nossos funcionários, temos que nos cuidar para que as nossas ordens sejam seguidas, e elas devem e podem ser apresentadas como sugestões — e não obrigações — para que as coisas funcionem melhor.

E podemos mesmo aceitar alguma idéia que nos apresentem, sejam até mesmo melhores que as que tenhamos tido naquele momento.

Para isso, a vaidade tem que ser deixada de lado, e encararmos a relação com igualdade.

Devemos entender que as pessoas podem ter naquele momento uma idéia melhor que a nossa, até mesmo pela prática que desempenham de acordo com sua posição e o trabalho que fazem diariamente.

Então, a humildade faz parte de um bom desempenho em todos os aspectos de nossa vida, seja particular ou profissional, pois sendo humildes, podemos aprender sempre!

Podemos e devemos colocar nossas idéias e opiniões sobre qualquer assunto que esteja em discussão, desde que sejamos solicitados a fazê-lo, pois se aprendermos a escutar, seremos privilegiados.

E nos isentarmos de tentar impor nossa opinião, sem que a peçam, pois a imposição de idéias ou princípios pode provocar um sentimento de revolta e obrigação, e com isso, a dificuldade de conseguirmos fazer com que nossas idéias sejam aceitas com a boa vontade necessária ao aprendizado mútuo.

Mesmo em nossos assuntos familiares, é de bom gosto evitarmos impor, mas sempre usarmos nossa experiência e transmiti-la quando solicitados a fazê-lo, pois assim teremos a condição de ajudar ao invés de provocarmos uma revolta natural.

Abraços e bom domingo, sem impormos, mas colocando com amor e elegância nosso ponto de vista, seja pessoal ou profissional 🙂

Amanda

Publicado em abril 14, 2019, em Inteligência Social e marcado como , , , , . Adicione o link aos favoritos. 1 comentário.

  1. Regina C S Caldas

    Voce está certa, querida Amanda. Sugerir, ao invés de impor, denota respeito pelo outro. Bjs Boa Semana, Regina

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s