Omissão

Omitir, muitas vezes, é provocar uma situação que poderia ter sido evitada, se tivéssemos interferido, evidentemente, dentro de certa medida que não provoque problemas entre as pessoas, pois muitos não suportam interferência, mesmo sabendo que teriam recebido ajuda caso seguissem outra opinião.

Muitas vezes, essa recusa em ouvir o nosso próximo, se deve à vaidade normal que nós, seres humanos, temos e que nos impede de vermos que quem nos fala estaria certo e que se o seguíssemos, conseguiríamos melhores resultados naquilo que estaríamos empreendendo.

Se nos omitimos, pensando estarmos sendo educados e não querendo interferir, podemos estar deixando de ajudar uma pessoa a tomar uma atitude que poderia mesmo mudar alguma situação que teria condição de ajudá-la.

Pois um conselho, uma opinião, nos dá a coragem que nem imaginávamos poderíamos ter em situação de decisão, e que poderia até mesmo transformar nossa vida.

E isso, em qualquer ramo de atividade, seja pessoal ou profissional que estejamos cogitando de alterar, pensando numa melhoria de vida.

Claro que temos que pensar bem antes de emitirmos uma idéia, pois estaremos sujeitos a cometer erros que poderemos nem termos a chance de consertar.

Por esse receio de errarmos, às vezes deixamos de opinar.

E, então, nos  omitimos, que, na verdade teria sido o melhor que poderíamos ter feito naquele momento, assim evitaríamos erros, que poderiam ter resultado em consequências piores.

Mas pode parecer que não temos opinião, e que estamos agindo com certa covardia. Portanto, cautela na hora de agir e se expressar, reconhecendo sempre o momento de falar e o de se omitir.

Omissão não é necessariamente covardia, como já ouvi alguém comentar, mas justamente a cautela que precisamos para evitar enganos e intromissão na vida alheia, que pode trazer resultados desagradáveis, e como sempre digo, muitas vezes, sem retorno.

Por isso, cuidado para que não incentivemos erros que podem gerar consequências inevitáveis, pois quem está carente ou necessitando de um apoio pode seguir opiniões que os tornem vitimas de alguma injustiça que nem estariam imaginando.

A omissão é diferente da mentira, é deixar de fazer ou de dizer algo, enquanto a mentira é dizer ou fazer algo que se sabe não ser verdadeiro.

Claro que, em muitos casos, a omissão pode ser classificada como crime, mas não é essa nossa área, dependendo da gravidade da causa a que estiver sujeita.  Defendo simplesmente o fato que não se deve faltar com a verdade, seja em que circunstância for.

Abraços e bom domingo, sem nos omitirmos, mas sem ofensas 🙂

Amanda

Anúncios

Publicado em junho 3, 2018, em Inteligência Social e marcado como , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s