Escolhas

A escolha é, de uma forma geral, difícil de ser definida, pois é uma tarefa complicada conseguirmos escolher entre duas situações de aparente igualdade.

Ano Novo é um momento especial para repensarmos nossas vidas e escolhermos nossos caminhos e atitudes, que nos levem a uma vida saudável em todos os sentidos.

Nossas escolhas deverão ser sempre muito cautelosas e dirigidas a um propósito possível de ser alcançado, para não nos frustrarmos logo no início de nossa luta.

Devemos evitar de fazer escolhas que nos farão infelizes, caso alcancemos algum resultado.

Na área de negócios, a escolha fica entre lucros a curto prazo e manutenção ou aumento dos lucros a longo prazo.

É uma tarefa administrativa de difícil opção.

Conhecemos pessoas que escolheram de fato a profissão errada, algumas que têm pavor natural de lidar com doentes e que fizeram medicina, por exemplo.

Como será possível vencermos na atividade escolhida?

Ficaremos eternamente infelizes e frustrados por termos escolhido a profissão não adequada ao nosso temperamento, quando poderíamos vencer bravamente em outro tipo de atividade.

Assim, importante visualizarmos um objetivo claro em tudo o que nos propusermos. Uma pessoa sem objetivo seria como um barco sem leme e sem rumo determinado.

Se temos um propósito a alcançar, psicologicamente proporcionamos maior eficiência à nossa mente.

Importantíssimo termos uma meta, e sempre vemos pessoas que sabem exatamente o que desejam, mas algumas não parecem ter um objetivo, o que as inibem de terem qualquer plano no sentido de alcançarem um resultado ao qual destinaram sua luta.

Quando chegamos a efeitos pelos quais lutamos, seja em qualquer área de nossa atuação, nos sentimos vitoriosos, e por maior que seja a luta que venhamos a enfrentar, os resultados que desejávamos serão para nós motivo de alegria por termos enfrentado aquilo que nos parecia tão difícil.

Até mesmo para optarmos por algum tipo de divertimento, devemos ter o cuidado para que não nos cause aborrecimento ou decepção. Quem não gosta, por exemplo, de ir ao teatro ou ao cinema, melhor não ir.

Na verdade, passamos nossa vida fazendo escolhas, seja de quem vemos raramente ou diariamente, seja até mesmo com pessoas da família, com amigos e funcionários.

E muito importante também, a escolha que fazemos de nossos colaboradores, tenhamos em mente que serão as pessoas com quem mais iremos conviver, por isso a cautela na seleção deverá ser redobrada.

Independente de gostarmos, nem sempre para uma convivência diária, íntima ou não, nossas escolhas nos darão maior ou menor prazer, dependendo de várias características que todos nós possuímos e que seriam motivo de altercação, que poderia ser evitada.

Boas Festas e um Feliz e Próspero Ano Novo, com escolhas acertadas para nossa vida e de nossos familiares 🙂

Abraços

Amanda

Anúncios

Publicado em dezembro 24, 2017, em Inteligência Social e marcado como , , , , . Adicione o link aos favoritos. 1 comentário.

  1. Muito sensato !

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s