Arrependimento

Os antigos já diziam que se arrependimento fosse bom, ninguém teria cometido erros para mais tarde pensar melhor e de uma próxima vez não cometerem as mesmas atitudes que os fizeram se arrepender.

Minha mamy sempre tentou nos ensinar para pensarmos bem antes de agirmos, fosse em que âmbito de atividade fosse, para não tentarmos nos corrigir depois, e muitas vezes, sem resultado que nos fizesse felizes e realizados.

Arrepender-se não corrige o que já foi feito, mas pode, claro, ajudar-nos a tentar para que não cometamos novamente os mesmos enganos de antes, as mesmas falhas que podem realmente nos prejudicar na convivência com o nosso próximo.

Mas somente nos arrependermos não leva a nada, o que devemos é tomarmos como exemplo o que fizemos e corrigirmos as atitudes que tenhamos tido e que não apreciamos.

Sempre válido o fato de analisarmos com seriedade e convicção a maneira como encaramos e agimos em relação ao nosso próximo, pois isso nos dará a oportunidade de mudar, e como disse um grande filósofo, quem pensa, muda!

E mudar é sinal de maturidade, de mente aberta a troca, tanto de atitudes, quanto de forma de pensar para alcançarmos sempre resultados nas amizades, nos negócios, na vida em geral.

Arrepender-se é uma forma de se colocar à disposição para mudanças que podem nos levar a firmar cada vez mais uma amizade, um relacionamento seja de que natureza for, adiante e com lealdade que deve ser primordial em qualquer relação à qual nos propusemos.

Mesmo no sentido religioso, aprendemos que o arrependimento pode nos levar a corrigir erros que fazemos independente até mesmo de nossa vontade, e que se mudamos, vale o perdão.

O importante é tentarmos não repetir aquilo que tivemos como inoportuno em nossa maneira de agir, tanto perante nós mesmos, como diante de outros aos quais devemos evitar as ofensas e contradições.

E, se nos arrependermos de algo que fizemos, de alguma ação inoportuna que tivemos a infelicidade de cometer, devemos tentar reverter a situação, da forma que nos for oportuna, e, pelo menos nos desculparmos do que foi feito.

O arrependimento é uma forma de humildade, de sinceridade por reconhecermos que não agimos corretamente em alguma situação, que poderíamos ter feito melhor do que fizemos para que nossa atitude pudesse colaborar para melhorar determinada situação, uma vez que nos tenha sido dada essa oportunidade.

Portanto, pensemos sempre antes de agirmos, o que nos deixaria livres de termos que nos arrepender depois, e portanto nos humilharmos de certa forma perante nosso próximo, ao qual teríamos ofendido.

O arrependimento é, muitas vezes, expressado pelo termo “desculpa”, o que não resolve algo que já tenha sido mal feito, ou ofendido a pessoa que esteja participando de nosso convívio naquele momento.

Antes de termos que nos desculpar, pensemos bem para nos expressarmos, pois muitas vezes, não vale a pena uma opinião que não vai resolver uma situação e não vai levar a nada.

Portanto, antes de nos arrependermos, pensemos bem!

Abraços e bom domingo 🙂

Amanda

 

Anúncios

Publicado em outubro 29, 2017, em Inteligência Social e marcado como , , , , . Adicione o link aos favoritos. 1 comentário.

  1. Que ótima análise !
    “ Fala quando estás zangado e terás pronunciado o melhor dos discursos que lamentarás.”
    (Ambrose Bierce)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s