Competição

Competir pode nos trazer a idéia de algo que não seja muito construtivo entre os seres humanos, de maneira geral.

Mas ai temos, como em quase tudo, um duplo sentido, que depende de nossa interpretação, pois a competição pode levar, muitas vezes, a um progresso, seja na área produtiva, esportiva, social, etc.

Competir de maneira a não prejudicar o nosso próximo, é algo que pode nos levar ao aprendizado por observação a quem já seja um vencedor, em qualquer área da atividade humana.

Pode se tornar um incentivo, levando o ser humano a tentar melhorar, do ponto de vista sadio, claro, sem se deixar levar pela simples inveja de alguém que venceu e computar essa vitória a simplesmente sorte.

Sem nos esquecermos de que o vencedor, provavelmente, lutou muito para chegar onde chegou.

A observação pode nos levar a uma competitividade até mesmo sadia, se formos humildes, tomando como exemplo o esforço de nossos adversários, que, se são vencedores, conseguiram suas vitórias na luta que empreenderam, sem economizar esforços, e com muito mérito.

Não é fácil competir, pois lutamos paralelamente com os adversários que, muitas vezes já teriam mais tendências que nós, mais tempo e disposição, e tudo isso pode influir para sua vitória.

Mas, se formos pensar de antemão na nossa derrota, nada conseguiremos, então a única maneira de disputarmos é insistirmos num treinamento que exige boa vontade, tempo, disposição, disciplina e tendências.

E temos que nos lembrar que a competição não se refere somente a parte física, mas também nos negócios, nos estudos e em diversas áreas, e em todas elas a luta que travamos deverá ser grande, honesta e dedicada.

A competição é a interação de indivíduos da mesma espécie ou espécies diferentes, humana, animal ou vegetal, que sempre disputam algo, e essa disputa pode ser por diversos objetivos como alimento, emprego, pela conquista amorosa, posicionamento social, etc.

A luta deverá ser pautada pela audácia e perseverança, acreditando nos futuros frutos, que, certamente, virão, pois é normal conseguirmos resultado de uma batalha empreendida com vontade e honestidade.

Competir não precisa, necessariamente, ser algo que ofenda ou que seja desagradável, ao contrário, uma disputa pode ser altamente construtiva, levando os competidores a lutar para alcançar a vitória desejada.

E vitória de um pode mesmo servir como incentivo para o concorrente, se ele for imbuído de vontade de vencer, pois nem sempre competirá com o mesmo adversário e essa competição pode lhe dar a variedade de defesas que ele desenvolverá.

Vamos sempre empreender uma disputa, mas, principalmente, com honestidade e dignidade!

Abraços e bom domingo, digno de uma competição honesta e saudável 🙂

Amanda

 

Anúncios

Publicado em março 26, 2017, em Inteligência Social e marcado como , , , , . Adicione o link aos favoritos. 2 Comentários.

  1. Querida Amanda, lembra-se do filme “2001 Uma Odisséia no Espaço”? Logo no início do filme surge a primeira disputa entre os nossos antepassados: a luta pela água que só ocorre após eles aprenderem a confeccionar as primeiras armas, isto é, um tosco pedaço de pau….Dai que, competir é parte inerente à natureza humana. Sem competição nada teria mudado entre nós.
    Nas escolas, as crianças são treinadas desde pequeninas a competir, competições esportivas,intelectuais e outras…
    Beijos e boa semana, Regina

  2. Marina Renaux de Sabrit

    Um lindo domingo pra vc(s), tb, queridíssima Amanda! Um beijo, sempre “lhe” lendo, (e aprendendo) Marina

    >

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s