Arquivo diário: setembro 18, 2016

Vida em família

Na vida em família, temos que ter firmes convicções, sorrir nas contrariedades e sermos fortes nas dificuldades.

Li sobre esse conceito outro dia, e concordo plenamente, pois aprendi e tenho vivido em família, morei com minha mãe durante toda a minha vida, e sempre nos demos muito bem, nos respeitávamos e nos amávamos e concordávamos com praticamente todos os conceitos que me eram transmitidos por ela.

Como era uma pessoa muito sensata e agradável, a convivência era fácil e prazerosa.

Aprendi muito, e até hoje, após sua partida, uso conceitos e idéias que me eram transmitidas por ela e que cabem na vida e na época de todos nós.

Só temos a aprender com as pessoas de maior experiência, pois já terão vivido tudo o que nós começamos a aprender em nossa vida.

A vida em família pode ser um aprendizado e um ensinamento, se formos humildes o suficiente e deixarmos a vaidade de lado, achando que sabemos mais do que os outros.

Na verdade, não precisamos aprender somente com os mais velhos, mas os mais jovens também, ainda mais nos dias de hoje, terão sempre algo a nos transmitir, pois têm uma vida cheia de ensinamentos, muito mais do que em outros tempos.

Isso, se tivermos a capacidade de sabermos aprender e adquirir novas idéias, e até mesmo novos conceitos, pois os tempos vão mudando e temos que mudar junto.

Devemos entender que a família é mais do que um resultante genético. É formada por ideais, sonhos lutas, sofrimentos e também as tradições morais que se firmam com a convivência, que deverá ser a mais respeitosa, tranquila e proveitosa possível.

Não nos esqueçamos de que a vida em família é importante em virtude de sua função educadora e regenerativa.

Os pais têm a obrigação de transmitirem aos filhos os conceitos de bondade, moral e tudo o que aprenderam também com seus pais, e nunca deixarem que se desenvolvam, entre outras características negativas, o egoísmo e o orgulho, pois podem estar sujeitos a receberem mais tarde o sentimento de ingratidão.

A comunhão de idéias deve ser desenvolvida entre os membros de uma família, para que a convivência se torne algo leve, e ao mesmo tempo que seja um prazer seguir os exemplos dos pais, que os transmitiram com amor e paciência.

A família é uma espécie de laboratório, onde estão sentimentos, se estruturam aspirações e se refinam as idéias para a realização de projetos.

Importante para vivermos bem em família, é preciso que tenhamos aproximação entre os membros, a convivência fraternal e prestativa, apreço e consideração de uns para os outros, e também precaução e tolerância para as possíveis divergências, para que se chegue sempre a uma conclusão agradável e produtiva.

Vamos, portanto, praticarmos sempre a tolerância e a humildade de termos a consciência de que não sabemos tudo, e aprendermos com os conceitos que nos são transmitidos pela família.

Abraços e bom domingo bem familiar, com muito carinho e amor 🙂

Amanda