Mansidão

“É com mansidão que se abranda a ira”.

Concordo, plenamente, com essa frase, que considero muito verdadeira e profunda.

Procuremos manter o raciocínio num clima de calma e boa vontade, mesmo em algum ambiente de disputa, e, provavelmente, teremos a possibilidade de vitória.

Não é fácil em algumas ocasiões, sabemos que não é, mas aí entra nossa capacidade de raciocínio e boa vontade, e até mesmo de compreensão em quem estaria nos provocando reações diversas, pois podemos frustrá-los e para isso teremos que reagir de maneira o mais gentil que possamos.

Claro que deveremos usar de nossa força de vontade e determinação que temos que cultivar, afim de que a pessoa que tenha nos provocado possa se decepcionar pela nossa falta de reação naquele momento.

E devemos também evitar de termos que atingir esse tipo de provocação, o que deixará frustrada a pessoa que esperava um nosso aparte.

Mesmo porque, quem nos provoca deverá ser uma pessoa infeliz e frustrada, sabendo de antemão que sua opinião estaria errada, e mesmo assim gostaria de saber como reagiríamos em determinada situação.

Esse tipo de atitude não passa de afirmação pessoal, e muitas vezes o provocante nem entende muito do assunto ao qual se propõe naquele momento.

Falta-lhe humildade de reconhecer que sempre tem pessoas que entendem mais do que nós sobre muitos assuntos e especialidades.

Se conseguirmos nos conscientizar de que devemos cultivar nosso sentido de reconhecimento de nós mesmos, poderemos estar sempre aprendendo com o nosso próximo, seja ele de que categoria for dentro de nossa convivência.

Tenho a honra e o prazer de reconhecer que costumo aprender muitas coisas com as pessoas que nos ajudam, seja em nossa casa ou no nosso trabalho.

Reparem quantos conceitos são emitidos quando você conversa com alguém, prestando realmente atenção no que dizem as pessoas, mesmo que não sejam letradas ou formadas.

Quantas idéias podemos aproveitar e usar, obtendo resultados que, muitas vezes, não nos ocorreriam.

Ai entra o nosso sentido de mansidão, tanto quando nos expressarmos, como quando ouvirmos opiniões, mesmo que naquele momento não estejamos acreditando que aquela pessoa poderia nos ajudar na resolução de problemas, com idéias que jamais teriam nos ocorrido.

Mansidão não quer dizer que sejamos subservientes sem falarmos de nossas opiniões, mas sim devemos procurar desenvolver o sentido da oportunidade e saber como e quando devemos colocá-las sem ofensas a quem as solicitou.

E mesmo quando divergimos de pontos de vista, devemos nos expressar de maneira gentil, sem disputas, e nos esquecendo de qualquer tipo de vaidade pessoal.

É muito mais fácil tomarmos o controle de uma situação com amenidade, se mantivermos o auto domínio sobre nosso temperamento e atitudes.

Se conseguirmos manter o bom humor em situações difíceis, o que, às vezes, não é fácil, de maneira geral, provavelmente obteremos os resultados que desejamos e que se tornarão uma vitória.

Abraços e bom domingo, cultivando a mansidão 🙂

Amanda

Anúncios

Publicado em novembro 8, 2015, em Inteligência Social e marcado como , , , , . Adicione o link aos favoritos. 1 comentário.

  1. Ah, uma grande observadora das pessoas…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s