Arquivo diário: outubro 12, 2014

Expressar sentimentos

Pensam que é fácil?

Algumas pessoas me falaram certa vez que, por timidez, não conseguem dizer: “Eu te amo” para quem realmente elas cultivam esse sentimento tão lindo que é o amor.

Para mim, é a frase mais bonita que se pode dizer a alguém, mas realmente não é fácil para quem a timidez domina sua maneira de ser.

Não tem culpa, faz parte de sua personalidade, ou da maneira como foi sua criação, de como seus pais sempre agiram em relação a demonstração de sentimentos, etc.

São vários os motivos pelos quais muitas pessoas não se expressam, tanto em relação ao amor, quanto em relação a outros sentimentos.

Guardam tudo dentro de si, e com isso, vivem de forma que seus afetos nunca são demonstrados.

E se esquecem que, dessa maneira, perdem demonstrações de amor e de amizade que poderiam enriquecer sobremaneira sua vida diária.

Elas, normalmente, também não dizem palavras agradáveis, com receio de parecerem falsas nos seus elogios, e perdem com isso aquele sorriso de agradecimento que recebemos quando falamos de beleza a alguém ou a algo que lhes pertence.

Na verdade, não custa nada mesmo reconhecer e comentar sobre as qualidades que se sobressaem nas pessoas, sejam nos pais em relação aos seus filhos, seja ao contrário, quando elogiamos qualquer pessoa da família por algum feito do qual tomamos conhecimento.

Fico toda feliz quando ouço alguém falar de algo que leu escrito por meu pai, e, apesar dele não estar mais entre nós, considero uma honra por ouvir, até mesmo algum aspecto que eu mesma desconhecia em relação a sua obra ou algum feito honroso que ele teria praticado.

Uma palavra positiva é responsável, em muitas ocasiões, por resultados que, sem termos tido o propósito, influiu na carreira de alguém que se achava em dúvida do que seguir.

Devido a alguma obra experimental que afirmamos ser muito boa, uma pessoa pode ter abraçado a carreira de pintor, ou de arquiteto, de engenheiro ou outra.

E pode se dar muito bem, com resultados excelentes, influenciado por algum ato ou produto primitivamente sem aquele objetivo.

Por isso, nos calarmos é imprudente, desde que sejamos sinceros sobre tudo aquilo que nos expressarmos, principalmente sabendo que poderemos influenciar no futuro de alguém, e mais ainda, se esse alguém for jovem.

E o mesmo se dá numa relação amorosa, pois quando dizemos “eu te amo”, temos de primar por nos expressarmos com a maior sinceridade. Essas palavras poderão desencadear todo o desenrolar de uma vida futura.

Sinceridade acima de tudo é a palavra chave.

Nunca, mas nunca mesmo, devemos nos expressar sobre algo que não seja nosso puro sentimento, para não corrermos o risco de errarmos e, com essa atitude, gerarmos uma série de acontecimentos.

Acontecimentos que podem ser de toda ordem, profissional, amorosa, de amizade, de negócios, enfim, podemos provocar um verdadeiro desastre em nossas vidas ao nos expressarmos de maneira hipócrita ou sem uma análise profunda.

Se formos autênticos, não erraremos, e expressar nossos sentimentos, seja em que ocasião for, é um ato de humildade, de falta de vaidade, de reconhecimento.

Abraços e bom domingo, com todo meu carinho 🙂

Amanda