Reconhecimento

Reconhecimento é um dos sentimentos mais nobres de que a humanidade dispõe, mas que nem sempre usa com dignidade.

Como deixar de reconhecer um favor, ou um ato de caridade que recebemos? E lembrando que o reconhecimento deverá ser, não obrigatório, mas sim de maneira agradável, genuína e, se possível, como uma retribuição.

Claro que, não em forma de pagamento, mas deixando entrever pelas nossas atitudes, o reconhecimento que determinado ato nos despertou.

Até mesmo os animais se fazem reconhecer o que lhes oferecemos, e à sua maneira, nos lambem, fazem seus barulhinhos característicos, demonstrando seu agradecimento pelo que lhes oferecemos.

E o fazem por tão pouco.

Já o ser humano, que frequentemente recebe muito, às vezes, não desenvolve a capacidade do amor reconhecido e sem interesse.

É óbvio que cada vez que fazemos algo por alguém não devemos ficar esperando seu agradecimento barato, mas sim, que esse alguém possa fazer para a frente da mesma forma, algo em prol de seu próximo, que lhe está solicitando.

E o que damos, não se refere somente a favores materiais, como doações e ajudas financeiras, empréstimos para salvar algum compromisso que a pessoa necessitaria, de forma alguma.

Na maioria das vezes, trata-se de algo espiritual, uma orientação que pode transformar a vida de alguém, quando sugerimos uma mudança de atitude que só está lhe transtornando.

Podem seguir o que aconselhamos, e se dar bem com resultados esperados, mas quantos nunca se dariam ao trabalho de nos dizer como fomos úteis, simplesmente dando opiniões que mudaram por completo o rumo de sua existência para melhor.

Por que não reconhecer, dizendo:

“Obrigada. Você foi, em parte, responsável por esses momentos de felicidade que estou vivendo agora”.

Aprendi, desde cedo, com minha mamy que, “o que a mão esquerda faz, a direita não precisa saber”.

Concordo, mas o reconhecimento pode vir de diversas maneiras, inclusive com o oferecimento de uma grande e sincera amizade, que essa sim, não tem preço.

É a lei da compensação, que, quando funciona, temos motivos para agradecer.

Se recebemos um abraço sincero de uma pessoa amiga, isso dispensa palavras de agradecimento, e por essa atitude, já constatamos que essa pessoa está feliz.

Temos que reconhecer também o que recebemos da própria vida e tentarmos viver dignamente para nos fazermos merecedores da saúde, da condição financeira de cada um de nós, das amizades que conquistamos, fazendo jus durante nossa existência, dos pais que tivemos e todas as coisas boas que nos acontecem no dia a dia.

Mas o reconhecimento pode nos chegar de diversas maneiras, e condição “sine qua non” para que possamos identificá-lo é estarmos ligados, termos sensibilidade e prestarmos atenção ao que se passa ao nosso redor.

Antes de criticarmos as atitudes que taxamos de falta de reconhecimento, analisemos criteriosamente as reações de nossos circunstantes.

Cada um de nós tem sua forma de se expressar e, atitudes, muitas vezes, falam mais do que mil palavras.

Respeitemos, portanto a individualidade em cada reconhecimento, e recebam aqui o meu pela sua atenção e carinho com meus blogs 🙂

Abraços e Feliz Páscoa,

Amanda

Anúncios

Publicado em abril 20, 2014, em Inteligência Social e marcado como , , , , . Adicione o link aos favoritos. 5 Comentários.

  1. Maria Teresa CostantiniGomes

    Querida Amanda
    Gostei muito, Achei interessante voce escrever sobre esse tema nesta Semana Santa em que nos reportamos as atitudes de Jesus. Lembra-se dos leprosos que Jesus curou e apenas um voltou para agradecer?

  2. Grande materia Amanda

    Eu era ainda crianca e meu avou me ensinou a separar as pessoas entra gratos e ingratos. Dos gratos dizia ele, nao o o que temer, dos ingratos se afaste.

    [cid:image001.jpg@01CF2BFD.EC26F4D0] “The largest Brazilian consulting company in the USA”

    Carlo Barbieri President

    HQ –Sede propria: 4800 N Federal Hwy, suite 101D Boca Raton FL 33431 – USA Main Line: 1 (561) 674-9999 De São Paulo: (11) 3544-4897 cbarbieri@oxfordusa.com http://www.OxfordUSA.com

  3. Therezinha de Capdevielle

    É, PODE HAVER VÁRIAS INTERPRETAÇÕES

  4. Só receio não saber expressar a você todo o meu reconhecimento…

  5. Excelente artigo.Amanda! Apenas observo,que agradecer por algo, material ou espiritual, que recebemos de alguém, faz parte da boa educação. E, é sempre interessante observar com atenção como você mesma afirma, o que há por trás do silencio de quem não sabe agradecer. Simples falta de boa educação? orgulho? Desconfiança de nossos atos de generosidade? Exploração? Beijos,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s