Bom Humor

Sempre digo que se berrar resolvesse, o cabrito não morreria.

Mas se tentarmos solucionar todas as situações com bom humor, tudo automaticamente se resolve mais depressa e sem nos consumirmos, envelhecermos rapidamente e estragar a vida de quem nos rodeia.

Há dias nos aconteceu algo interessante e que pode servir como um débil, mas importante exemplo:

Reservamos para almoçar num restaurante de alto luxo, de cardápio oriental, mas haviam nos dito que o “brunch” era de paladar internacional.

Quando chegamos, o ambiente era de um barulho infernal, que não daria nem para conversarmos entre nós, e a comida era totalmente oriental.

Eu, pessoalmente, adoro, mas pessoas que estavam conosco não apreciam, então na hora, nos olhamos e desistimos, felizmente sorridentes.

Saímos e decidimos ir a uma churrascaria.

Ao chegarmos, esperamos para que nos atendessem, mas nos deixaram de pé por bastante tempo.

Depois desse longo período e das vezes que solicitávamos uma mesa (isso com todas as mesas vazias à nossa frente – e estamos falando de uma churrascaria de luxo em Miami), o maître dizia que logo estaria pronto para nos sentarmos.

No final, ele confessou que não dava para nos atender naquele momento pois não havia garçom disponível.

Incrível, porém verdadeiro!

Preferimos não esperar, e resolvemos, então, ir para outro restaurante já nosso conhecido e onde apreciamos muito a comida e o atendimento.

Saímos, alegres, e claro, famintos, pois nessa altura já era 4 horas da tarde.

Fomos para esse outro restaurante, nos sentamos, fomos muito bem atendidos, comemos muito bem, aproveitamos e rimos muito da situação.

Agora, imaginem isso tudo com mau humor?

Seria simplesmente desastroso, inutilmente, pois a situação não iria mudar somente porque desejaríamos, ou porque ficássemos  de mau humor.

E isso, em se tratando de algo completamente sem importância – um simples almoço familiar num domingo.

Imaginem, então, numa ocasião que envolva assuntos sérios, que demandem muita atenção e muito bom humor para que tudo se resolva de modo satisfatório para todos os envolvidos.  É um desastre total não se conseguir manter a calma e o bom humor.

Nas mais diversas situações, podem crer, o bom humor e sangue frio costumam  resolver.  Ou, pelo menos, ajudar.

Fica muito mais fácil quando encaramos com bom humor, por exemplo, uma fila seja de teatro, cinema, ônibus, táxi, aeroporto, hospital, enfim, locais onde se aguarda para ser atendido.

Já vi cada cena de arrepiar, escândalos enormes porque alguém passou na frente, às vezes até inadvertidamente.

A explosão de mau humor foi tanta que conseguiu chamar atenção de todos que estavam ao redor.  Mas a pessoa causadora do escândalo foi quem ficou sem resolver seu problema e se tornou ridícula perante aos que a cercavam.

O mesmo já vi várias vezes em situações de divergência de opiniões.  Já presenciei discussões incríveis por causa disso.

Se conseguirmos expor opiniões diferentes daquelas dos nossos interlocutores, com calma e ponderação, elas serão muito mais respeitadas e ouvidas do que as que são expostas aos gritos e onde impera o mau humor.

Vamos, portanto, tentar manter o bom humor, mesmo em momentos críticos.

Claro que muitas vezes não é fácil. Mas vale tentar.

Abraços, bom domingo, com ótimo humor 🙂

Amanda

Anúncios

Publicado em março 10, 2013, em Inteligência Social e marcado como , , , , . Adicione o link aos favoritos. 7 Comentários.

  1. É minha querida Amanda se pudessemos resolver tudo com Bom Humor, seria maravilhoso.
    Quando se trata de um domingo sem compromissos, reunião familiar é ótimo, enfrentamos tudo. Mas quando temos que encarar uma fila de hospital, com médicos stressados, enfermeiras, recepcionistas incompetentes, da vontade de berrar igual cabrito. O que me faz controlar os nervos é a fé que tenho em CRISTO.. Seguro na mão de DEUS e vou em frente, pensando sempre no irmão mais carente. É amando o nosso próximo que consigo controlar os nervos, e ao invés de gritar,
    ofender os outros, procuro manter o meu equilibrio, sorrindo sempre.

  2. Querida Amanda seria muito bom que você escrevesse um livro com . sua maneira de ser e viver,recentemente ficamos numa fila mais de uma hora,alguém passou na nossa frente sentou abriu os braços guardando mais dois lugares,e nos tivemos que sentar bem distante,porque os lugares não eram marcados.
    Boa semana.
    Antônio e Nilda.

  3. Adorei bjs Anete

  4. Muito bom Amanda .
    O mau humor se volta contra nós mesmos .
    Infelizmente noto atualmente muita gente stressada e de péssimo humor , descarregando em pessoas que nem conhecem , já me aconteceu muito .
    Procuro não me abalar e agir como se não fosse comigo e levar a Vida da melhor maneira possível . Todos temos problemas , e exitem formas de resolver das mais diversas formas .Com ponderação e contando até 10 !!! .
    Um abraço , ótima semana 🙂

    Tereza .

  5. Tento manter o bom humor,mas como você assinalou,as vêzes é difícil.Bjs. Miriam

  6. Tu já tinha me contado esse acontecimento daqui de Miami e mais de uma vez mantive meu bom humor pensando em ti e funcionou. Obrigada pelos teus ensinamentos. Beijão. Saudades.

  7. Marina Renaux de Sabrit

    Voc o primeiro exemplo de sua coluna de hoje: bom humor ETERNO!

    Excelente post.

    Bjs. Bom domingo,tb. Marina

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s