Verdades e Mentiras

Tem pessoas que se acham donas da verdade, como se fossem infalíveis.

Não aceitam controvérsias nem opiniões contrárias às suas verdades absolutas.

Outros contam tantas vezes a mesma mentira que acabam se convencendo de que aquilo tudo é verdade.

E as mentiras piedosas?  Será que qualquer situação justifica uma mentira por mais piedosa que seja?

Por exemplo, você está fazendo compras com uma amiga e ela insiste em comprar algo que não a favorece e pede sua opinião.  Você diz a verdade?

Alguém escreve algo e lhe mostra, você diz que gostou sem ter realmente gostado daquilo?

A verdade pode ser cruel, mas, às vezes, ela tem que ser dita, seja a que preço psicológico for, principalmente quando a mentira chega a prejudicar o próximo.  Fica complicado encobrir ou ignorar.

Há momentos em que nossa consciência nos chama atenção sobre as conseqüências que uma  mentira  grave pode ocasionar e temos que assumir essa responsabilidade.

Pessoalmente, acredito que a mentira não se justifica em nenhuma hipótese.

Tentei passar sempre para a minha filha a vantagem de se falar a verdade em qualquer situação.  Por maior que fosse sua falha em alguma atitude, ela sabia que a mentira seria ainda pior, pois perderia minha confiança.  E confiança, quando perdida, é como um diamante rachado.  Não tem volta.

Mas como lidar com o mentiroso crônico?

Tivemos um amigo muito, mas muito mentiroso, mesmo.

Era médico, tinha um nível de educação muito bom, excelente aluno, mas era muito mentiroso.

Contava que seu pai tinha muitas fazendas e as visitava de avião.

A verdade era que o pai tinha uma pequena loja de secos e molhados no interior.

Quando o rádio estava ligado e começava uma música clássica, ele descrevia toda ela, o autor, o momento em que ela tinha sido composta.  E no fim, o locutor dizia outro nome e outra música completamente diferente do que ele havia falado.

E suas mentiras acabaram ficando um folclore entre os colegas que moravam numa república quando estudavam em São Paulo.

Me lembro que muito tempo depois, meu marido e eu o encontramos, e ele relatou toda a cirurgia que havia feito no coração, dias de UTI, e quando saímos de perto do casal, meu marido comentou: não se impressione, pode ser que tudo o que ele disse seja uma mentira.

Mas na verdade, essas são mentiras sem importância, chamadas inocentes, e que não prejudicam ninguém.  São, no máximo, motivo de risadas de quem já conhece a pessoa e desconsidera em geral tudo o que ela diz.

Para esse tipo de mentira não temos condições, e nem vontade, de desmentir.

Não vale a pena, na maioria das ocasiões, perder tempo desmentindo o mentiroso contumaz.  Vai se criar uma discussão estéril e ele vai continuar mentindo.

Mas se a gente quer ser levado a sério, grande parte da nossa maturidade emocional e social vem da verdade – consigo e com o próximo.

Agora, fala a verdade.  Gostou da história?

Ótimo domingo!

Amanda

Anúncios

Publicado em junho 3, 2012, em Inteligência Social e marcado como , . Adicione o link aos favoritos. 8 Comentários.

  1. Querida Amanda,
    Tudo que você escreveu é UMA GRANDE VERDADE !!!
    A mentira tem pernas curtas…
    Bjsss
    Selma

  2. Amanda querida .
    Gostei muito do artigo e sou sempre pela verdade e assim criei meus filhos . Mas muitas vezes , pessoalmente , prefiro silenciar nem sempre o interlocutor está preparado para ouvir uma verdade . Tudo é muito circunstancial ! .
    Mentira nunca !.
    Boa semana , beijos
    Tereza ..

  3. Stela Batochio

    Amanda verdades e mentiras caiu como uma luva no meu incio de dia obrigada amiga voce me ajudou bj

  4. “Veritas Liberate Vos ”
    ( A verdade vos liberta….”)

  5. Amanda, gostei muito da história, de verdade, hehehe….
    Menos mal se todos os mentirosos fossem apenas os do tipo inocente seria no máximo motivo de risadas como vc diz, mas infelizmente há mentirosos(as) que destrói relacionamentos, dias felizes, união familiar, causam intriga, prejuízo emocional, e principalmente sofrimento a si mesmo(a), e o que é pior, acreditam piamente em suas mentiras a ponto de convencer outras pessoas.
    Outra vez repito suas palavras sábias: não vale a pena, na maioria das ocasiões, perder tempo desmentindo o mentiroso contumaz. Vai se criar uma discussão estéril e ele vai continuar mentindo. Concordo!
    Abraços
    Isabel

  6. Amanda
    Uma verdade com a qual lidamos todos os dias.
    Bjs
    Monica

  7. maria ines dal borgo

    concordo com a sua opiniao que mentirosos cronicos a gente deixa passar porque nao adianta nada corrigi-los….adorei o artigo…vou pensar bem a respeito…..um beijo m ines

  8. Miriam Pestana

    Querida Amanda, Hoje em dia os mentirosos estão presentes em toda a parte.Tem gente que nem se preocupa com as consequencias e mente muito.Mesmo as mentiras leves demonstram uma falta de coragem de enfrentar a realidade.
    Maravilhosa mensagem ADOREI!
    beijos da Miriam

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s