Arquivo diário: maio 18, 2014

Colaboração

Colaboração é uma atitude que se tem, sem que haja a obrigação de fazê-lo, pois se trata de uma atividade desempenhada de forma cooperativa entre duas ou mais pessoas.

E podemos observar se uma pessoa tem o espírito de colaboração nas situações mais inusitadas, e não precisa, necessariamente, ser algo que tenha havido uma recomendação ou uma ordem para que seja efetuada.

Ao contrário, a colaboração se nota nas menores atitudes, como tive o prazer de presenciar outro dia, quando estava comprando algo, e um funcionário, vendo que a pessoa que me atendia estava meio atrapalhada, se aproximou, ajudando-a a se desempenhar de várias solicitações que lhe faziam simultaneamente.

Foi bonito e emocionante, sem uma palavra de ambas as partes, a não ser pelo olhar reconhecido que a vendedora lhe lançou.

Silenciosamente, parecia que ela lhe dizia: “Obrigada, você acabou de salvar meu trabalho”.

Lindo mesmo!

A colaboração, em diversos aspectos, é sempre bem-vinda, se solicitada e atendida. E, melhor ainda, quando recebemos uma colaboração sem pedir, seja ela de que natureza for, o valor é inestimável.

Colaboramos também para entidades que necessitam de ajuda financeira e social, que atendem a pessoas carentes, e isso nos dá uma satisfação interior, pois sabemos que aquele auxílio irá diminuir o sofrimento alheio.

Nos sentimos na obrigação moral de ajudar a quem nos pede o auxilio, pois partimos do princípio de que ninguém pede sem precisar, e não se humilharia sem a total necessidade, muitas vezes, para a sua sobrevivência básica.

Conhecemos entidades que promovem um trabalho elogioso a comunidades carentes e nos sentimos felizes ao podermos participar de algo que transforma a vida de pessoas que não teriam a mínima chance sem o auxílio de quem possui um pouco mais e participa para sua evolução e seu bem estar.

Sem falar que essas pessoas jamais teriam a oportunidade de progredir na vida profissional sem a escolaridade que lhe é oferecida através da educação que adquirem com a ajuda de uma comunidade.

Imaginemos, por exemplo, uma equipe, sem a contribuição mental e funcional de cada um, seria um tremendo desastre, pois cada um de nós tem dentro de si tendências e facilidades em determinados assuntos.

Essas tendências fazem com que desenvolvamos nosso trabalho, estudos, ou pesquisas diferentemente uns dos outros.

Numa empresa, por exemplo, uma vez desenvolvido o sentido de colaboração entre seus funcionários, todos só têm a lucrar mediante os resultados obtidos, seja no assunto que for tratado ou qual for o ramo e o desejo de expansão.

E isso sem considerar a hierarquia, a posição de cada um — sem contar da reciprocidade que geralmente chega e que normalmente é infalível, no sentido de dar e receber.

Colaborar é reconhecer o que recebemos, mesmo que não seja da mesma pessoa a quem fizemos favores.

O próximo merece sempre nossa ajuda, independentemente de qualquer recompensa.

O segredo do sucesso de qualquer equipe é a colaboracão genuina e desinteressada, um valor que prezo demais nos meus colaboradores.

Abraços e bom domingo 🙂

Amanda