Convivência

Aprendi, desde cedo, em minha vida, que conviver é uma arte.

Realmente, quanto mais vamos desenvolvendo essa atividade, e isso fazemos durante toda a nossa existência, mais aprendemos, e é um aprendizado que nunca termina.

Na verdade, nunca chegaremos a uma conclusão de como conviver bem todo o tempo com o nosso próximo — e muito menos com o não tão próximo.

As pessoas se ofendem com muita facilidade, e para que a convivência não se torne algo pesado, muitas vezes vamos cedendo e cedendo.

Na maioria das situações, acabamos nos frustrando quando percebemos que não fomos compreendidos nas nossas atitudes ou palavras.

É, de certa forma, fatigante, pois as atitudes tem que ser planejadas, o que tira completamente a espontaneidade.

Reparem que, às vezes, ficamos sem liberdade de recusar um convite para uma programação que simplesmente não nos agrada.

Será que há algum modo especial de dizer que não curtimos a atividade que nos foi sugerida?

A amizade carinhosa deveria nos dar essa oportunidade de sermos sinceros com quem amamos.

Não podemos exigir nem esperar que nossos parentes  ou amigos concordem com tudo que gostamos de fazer, ver, assistir ou vestir, pois isso seria de um tremendo egoísmo.

Deve haver um consenso – de forma autêntica, natural e espontânea, ou do contrário perde-se o significado verdadeiro da palavra amizade.

Devemos e podemos sempre manifestar nossas idéias, gostos e reflexões com clareza e sinceridade.

Dessa forma, ao tomarmos uma atitude que pareça ofensiva  ao próximo, não seremos condenados, e, muitas vezes, banidos de um grupo injustamente por não gostar de um ou outro programa, por exemplo.

Tento evitar interpretações injustas para manter a convivência plena com todos os que me cercam.

Mas já vi situações em que amigos contam que ficaram ofendidíssimos com outros que precisaram desligar um telefonema para cuidar de uma situação de emergência ou atender outra chamada mais urgente naquele momento.

Aí, é importante nos lembrarmos do blog da outra semana: prioridades.

Não somos a prioridade de todos em todos os momentos, nem todos são nossas prioridades em todos os momentos.

Se entendermos isso, teremos mais chance de uma convivência social harmoniosa.

A cobrança é um veneno e muitas vezes injusta.

Convivência deveria ser sinônimo de respeito e cerimônia.

Reparem que temos uma certa cerimônia com quem acabamos de conhecer ou temos pouco convívio, então por que não agir da mesma forma com quem convivemos mais intimamente?

Nos tempos que correm, os ânimos estão cada vez mais exaltados e os temores –fundados ou infundados — cada vez mais inquietantes.

O tempo vai rareando, tentando escapar do nosso controle, e isso faz com que desprezemos preceitos básicos de convívio, às vezes nos forçando atitudes que, se ponderadas, não seriam aquelas que gostaríamos de ter tido.

Convívio é, antes de tudo, respeito pelas diferenças.

Não nos esqueçamos de que ao desenvolvermos continuamente qualidades tais como  conduta de convivência, temperança e sociabilidade, estaremos silenciosa e progressivamente indo rumo a uma situação invejável e difícil, chamada liderança.

Tento ter cuidado para não ser intransigente.

As pessoas, em geral, se ofendem de forma absurda, na maioria das vezes, por erro de julgamento.  Sempre achamos que haverá compreensão, em função da amizade e  da intimidade que se julgava privar.

Devemos nos esforçar para desenvolver esse sentimento puro, que pode colaborar em muito para o entendimento mútuo e o bem estar no nosso dia a dia.

Convivência é inteligência, aceitação e compreensão.

Abraços e bom domingo,

Amanda

Anúncios

Publicado em agosto 25, 2012, em Inteligência Social. Adicione o link aos favoritos. 7 Comentários.

  1. Corina Maria Eskinazi

    Querida Amanda,
    Ler seu blog é tão agradável, tenho a impressão de estarmos juntas conversando… isto também é convivência….
    beijos

  2. Amanda é extremamente qualificada pra falar disso, pois poucos convidam tanto e são convidados com a frequencia que o casal Delboni é. . Fácil perceber de imediato a simpatia, generosidade e adorávem companhia que ambos proporcionam, alem de curiosamente náo intimidarem os amigos a lhes convidar , pois apesar da sofisticação com que recebem , parecem sentir-se à vontade mesmo com pessoas e em ambientes simples, integrando-se em qualquer lugar, o que faz com que todos os disputem. A diplomacia e cautela com os sentimentos das pessoas que os solicitam deve ser uma constante, eu presumo…

  3. Lidia Izecson de Carvalho

    Oi Amanda, gostei da reflexão e acima de tudo dessas duas frases que a gente muitas vezes esquece de levar em conta:

    A cobrança é um veneno e muitas vezes injusta.

    Convivência deveria ser sinônimo de respeito e cerimônia.

    Beijoooo
    Lidia

  4. Amanda querida, seus artigos no blog são sempre abordados com muita delicadeza e simplicidade, como você mesma. É sempre uma lição.
    Amanda, adorei estar com vocês mais uma vez. Vir a São Paulo e ser recebida por você e Dr. Delboni é sempre um imenso prazer.
    Bom domingo, beijos.
    Yara Gouveia

  5. maria ines dal borgo

    como sempre voce foi diireto ao ponto…..alias a gente nunca deve julgar as pessoas, porque muitas vezes nao sabemos o que esta acontecendo…mas acho que conhecer os amigos e uma coisa muito importante……..beijos

  6. Bom dia Amanda,
    Meu nome é Carla, sou mãe da Luciana Moutinho que esteve em seu jantar na 6a. feira, fiquei encantada com a gentileza e o carinho com que você preparou tudo. Parabéns!
    Adorei o artigo! Acredito que com o amadurecimento vamos conseguindo selecionar aquilo que a gente mais gosta e aprendemos a dizer vários “não” sem que isso acabe sendo uma ofensa para as pessoas com quem convivemos.
    Um ótimo domingo para você.

  7. Elizabeth Vilela

    Amanda, vc sempre toca nos pontos importantes do nosso contidiano. Eu entendo a Amizade como um relacionamento em que não colocamos os amigos em situações sem saída, ou seja, nos antecipamos porque o conhecemos. Não devemos pedir-lhe coisas ou esperar atitudes, em que ele preferiria dizer não, mas diz sim por ser nosso amigo. Um grande abraço.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s